TROPA DO BALACOBACO COMEMORA 15 ANOS COM FESTIVAL DE TEATRO


De 22 à 27 de março, a Tropa do Balacobaco realizará o II Festival do Balacobaco, uma edição especial em comemoração aos 15 anos de história do grupo de teatro, que já resiste a mais de uma década e que segue firme no cenário artístico nacional através de suas produções e de suas experiências como um grupo de vivência.

Para celebrar em grande estilo, o grupo montou uma programação especial que contará com vários artistas e grupos do interior do estado de Pernambuco.  O Festival acontecerá de forma presencial e será exibido integralmente no formato virtual, através da plataforma Youtube do grupo, nos dias 09 e 10 de abril, bem como terá 100% de sua grade de espetáculos com acessibilidade para pessoas surdas e ensurdecidas através da tradução simultânea em Libras.

Todos os protocolos de saúde no combate a Covid-19 serão respeitados durante as apresentações. A realização desse projeto conta com o incentivo financeiro da Lei Aldir Blanc do Governo do Estado de Pernambuco.



PROGRAMAÇÃO FESTIVAL DO BALACOBACO

II EDIÇÃO

 22/03 (terça-feira)

15h - Nós sem nossa mãe (No Meu Terreiro tem Arte)

Local – Malhada

19h - A Peleja de Severo para Enganar a Morte (Troupe Espantalho)

Local –Tenda de Jurema Encanto das Sete Flechas / Bairro Veraneio

 

23/03 (quarta-feira)

15h - Luanda Ruanda – Histórias Africanas (Coletivo Tear)

Local – Quilombo Negros do osso

20h - Criando Peixes no Bolso (Grupo Mundaú)

Local - Estação da Cultura

 

24/03 (quinta-feira)

15h – Malassombros- Contos do Além Sertão (Teatro de Retalhos)

Local – SESC Arcoverde / Teatro Geraldo Barros

19h –O Canto do Barro (Fykyá Pankararu)

- Ainda não comeram toda nossa carne fresca (Robson Farias)

Proseando – Bate-papo sobre diversidade e resistência com Josimar Araújo

Local - Estação da Cultura

 

25/03 (sexta-feira)

17h - A Pega do Boi Melado na Serra do Catolé (Mamulengo Flor Mimosa)

Local – Sede Raízes do Sertão/ Bairro Sucupira

20h-   O Manifesto – A Viúva dos Sentidos (Irla Carrie)

- E, antes de tudo, seria o fim (Cia Lionarte)

Local – SESC Arcoverde/ Teatro Geraldo Barros

 

26/03 (sábado)

16h - Tempo de Flor (Grupo Pé de Vento)

Local – Praça Winston Siqueira

19h30 – Odoyá – Um Canto à Rainha do Mar (Grupo de Matrizes Africanas Obá Aiyê)

Local – Estação da Cultura

20h - Ópera D’água (Reduto CenaLAB)

Local - Estação da Cultura

 

27/03 (domingo)

17h – Estelita- Entre Fadas e Outros Bichos (Trup Errante)

Local - Praça Winston Siqueira


Informações e arte fornecidas pela assessoria do Festival do Balacobaco



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.