QUEM SÃO AS HOMENAGEADAS DA IX CAMINHADA DO FORRÓ DE ARCOVERDE???






Na nona edição da Caminhada do Forró de Arcoverde/PE, pela primeira vez, o COCAR - Coletivo Cultural de Arcoverde resolveu homenagear as mulheres. A escolha foi dificílima, afinal a lista de mulheres da nossa Região  culturalmente valorosas e com forte vinculação às tradições juninas é extensa.

Foram escolhidas as professoras e ativistas culturais Edilza Vasconcelos e Márcia Moura. O que pesou na decisão foi o fato delas terem participado de todas as edições do evento e serem pessoas que vivenciam a Caminhada intensamente, preparando inclusive figurinos especiais para o dia do cortejo junino.

A IX Caminhada do Forró de Arcoverde acontecerá no dia 22 de junho (sábado), com concentração a partir das 9:30h nas proximidades da Estação da Cultura (antiga Estação Ferroviária) com saída do cortejo prevista para às 13h.

A Caminhada percorrerá as ruas centrais e terá como destino final o CECORA - Centro Comercial de Arcoverde, local onde se realiza a feira do centro da cidade.

A partir do dia 01 de junho estará a venda o kit, composto de camisa e caneca, ao preço de apenas R$ 30. O valor arrecadado tem por finalidade ajudar no custeio do evento. A Caminhada é um evento aberto e que não conta com cordão de isolamento, por isso necessita do apoio espontâneo das pessoas que brincam e querem manter a tradição do São João Nordestino. 

Apoie esta causa adquirindo a camisa e a caneca da Caminhada do Forró.



Veja abaixo quem são as nossas homenageadas.

Edilza Vasconcelos
Nascida em Tuparetama (Sertão do Pajeú), veio para Arcoverde em 1972, onde dedicou-se ao ensino, trabalhando durante sua vida profissional como professora e coordenadora de várias escolas. Sempre teve como meta inserir nos conteúdos didáticos aspectos da cultura popular, pois entende que não há como dissociar a arte da educação.
É poetisa, declamadora e artista plástica.
Atualmente desenvolve o projeto Gamela Literária, ação voltada para o estímulo à leitura.



Marcia Moura
Natural de Arcoverde, herdou do pai o gosto pela poesia e cultura popular e foi alfabetizada pela mãe através da leitura de folhetos de cordel.
Educadora nata, sempre apresentou aos seus alunos o mundo da rica diversidade cultural da nossa terra.
Recentemente aposentada, apóia e promove atividades e eventos culturais em Arcoverde.

 fotos: acervo do COCAR

2 comentários:

  1. Estou orgulhoso pela participação de uma pessoa que amo muito além de ser minha tia do coração "parabéns tia Edilza você merece"

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela escolhas dessas guerreiras.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.