EDINHO QUEIRÓS SE APRESENTA PELA PRIMEIRA VEZ EM ARCOVERDE

Edinho Queirós segura o troféu, ao lado do músico João Neto, durante a premiação do Festival Nacional de Frevo 2019

O cantor e compositor potiguar Edinho Queirós fará sua primeira apresentação no Sertão Pernambucano no I BAILE POPULAR DOS SERTÕES, a ser realizado no próximo dia 01 de fevereiro (sábado) no Bar e Restaurante O Cercado, na cidade de Arcoverde.

O evento, que será aberto pelo arcoverdense Kleber Araújo, inicia a temporada de prévias carnavalescas na terra que é considerada a Capital do Samba de Coco. Nesta data, Arcoverde estará em clima de carnaval, uma vez que no dia seguinte haverá inédito cortejo em homenagem ao aniversário do Homem da Meia Noite, que em 2020 tem como um dos homenageados a banda Cordel do Fogo Encantado, grupo criado na cidade nos anos 90. 

Edinho Queirós nasceu em Macau – RN e inciou a carreira musical influenciado pela música de raiz, como o coco de roda e o forró pé-de-serra. Em seguida, fez incursões pelo samba e passou a integrar bandas-baile.

Obteve grande destaque com o grupo pernambucano Alcano nos anos 80, de onde saiu para seguir carreira solo, fixando-se no Rio de Janeiro, onde se apresentou em espaços badalados, a exemplo do Circo Voador, Babilônia, Scala, Canecão, etc. 

Nesta fase, conheceu Jorge Vercillo e construiu uma vigorosa parceria autoral, que lhe rendeu participações em apresentações de sucesso de crítica e publico, um deles foi o show históríco em palco flutuante sobre a Lagoa de Marapendí no Recreio dos Bandeirantes, em que os anfitriões Jorge Vercillo, Heberth Azzul, Mauricio Mattar e Edinho Queirós, receberam no palco Elba Ramalho e Djavan.

Em 1994, Edinho Queirós mudou-se para Itália, onde construiu uma sólida carreira internacional, tendo ficado na Europa por 10 anos. A necessidade de se reencontrar com suas origens culturais, o fez voltar ao Brasil, sem contudo, deixar de realizar temporadas no exterior.

Edinho tem vários trabalhos gravados em vinil e cd e ultimamente direcionou sua carreira para o frevo, com composições autorais e releitura de clássicos do gênero. No final de 2019, defendeu no Festival Nacional de Frevo a canção O Última Raio de Lua (Xico Bizerra-João Neto), que foi consagrada primeiro lugar na categoria Frevo-Canção.

O artista apresentará no Baile Popular dos Sertões um repertório mesclando frevos tradiocionais, marchinhas, cirandas, maracatus, prometendo muita energia e animação na sua primeira apresentação em Arcoverde.

foto: Andréa Rego Barros/PCR Divulgação

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.