quarta-feira, 26 de agosto de 2015

ARCOVERDE PRESTA HOMENAGEM AO MESTRE JOÃO SILVA NOS 80 ANOS DE SEU NASCIMENTO

Cordel de autoria do Cabo Gallindo, com capa de Sebastião Rodrigues

O grande artista arcoverdense, João Leocádio da Silva, conhecido nacionalmente como João Silva, se vivo, teria completado 80 anos no último dia 16. Em reconhecimento a um dos seus filhos mais ilustres, Arcoverde presta homenagem ao grande compositor, que é considerado um dos três parceiros mais constantes na carreira de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, ao lado de Humberto Teixeira e Zé Dantas.

Nesta sexta-feira (28/08), a Prefeitura de Arcoverde inaugura uma quadra poliesportiva que leva o nome do músico. O equipamento localiza-se no Distrito de Caraíbas, lugar onde João Silva nasceu e do qual jamais esqueceu dos momentos de infância, tempos difíceis, mas sempre presentes nas conversas do Mestre.

O COCAR - Coletivo Cultural de Arcoverde não poderia deixar de se fazer presente nesta homenagem e produziu o folheto de cordel "JOÃO LEOCÁDIO DA SILVA, O ETERNO JOÃO SILVA", de autoria de Gicivaldo Miranda Gallindo (Cabo Gallindo) e capa de Sebastião Rodrigues, dois artistas arcoverdenses, que se uniram nesta homenagem. A obra será distribuídas aos conterrâneos do artista durante a cerimônia de inauguração da quadra.

O cordel conta a saga de João Silva, desde os tempos de infância até a sua chegada ao Rio de Janeiro, onde se consagrou como um dos maiores nomes do cancioneiro nordestino. A obra também será lançada esta semana no 13.º Festival Recifense de Literatura, que ocorre de 26 a 30 de agosto, na Avenida Rio Branco (Recife Antigo), onde poderá ser encontrada na Pantera Cordelaria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário