quarta-feira, 29 de outubro de 2014

MORRE O CANTOR ARCOVERDENSE JEAN MARCEL


 Faleceu ontem na cidade de Salvador (BA) o cantor e compositor arcoverdense Jean Marcel. O artista fez grande sucesso nas décadas de sessenta e setenta, tendo emplacado vários sucessos nacionais, tais como "Isabela", "Esqueça", "356 dias", "Faça o que Digo mais não Faça o que eu Faço", todas estas gravadas pelo grupo Renato e Seus Blue Caps. Como cantor, os maiores sucessos de Jean Marcel foram "Dona da Noite" e "Sete Dias da Semana", também composições de sua autoria com Gil, o parceiros mais presente em sua carreira.

A última vez que esteve em Arcoverde, em janeiro de 2013, Marcel divulgou seu mais recente trabalho no Programa "De Primeira Categoria", na Rádio Itapuama FM.

O sepultamento do artista ocorrerá em Salvador, provavelmente na data de hoje.

O COCAR se solidariza com os familiares e amigos de Jean Marcel.

Colaboração: Sebastião Rodrigues


PEDRA TEM PROGRAMAÇÃO EDUCATIVA NO MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA

A Escola Estadual Anete Vale, da vizinha cidade da Pedra, vem trabalhando o Projeto  AFRONETE, que trata da história e da cultura Afro-brasileira e Africana. Em novembro,  mês da Consciência Negra, professores e estudantes estarão socializando os conteúdos trabalhados. No próximo dia 14 de novembro, no Clube Polimático da Pedra, toda comunidade pedrense, em especial os pais dos estudantes, alunos de outros estabelecimentos de ensino e autoridades, irão ter contato com todas as atividades desenvolvidas pelo Projeto AFRONETE.

Esse projeto é apoiado pela Gerência Regional de Educação e foi idealizado pela Gestora da Escola, Genilda Cavalcanti, e toda  a sua equipe. Uma de suas ações mais relevantes foi a visita ao Quilombo dos Palmares (AL), que nas palavras da Professora Wira Dark: "representou um momento mágico e de grande valia para a socialização de conhecimentos entre os professores e estudantes que participaram da excursão".

Vale a pena conhecer este belo trabalho!

Colaboração: Professora Iraílda Leandro - GRE/Arcoverde

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

PROFESSOR DO CESA É VENCEDOR DE PRÊMIO DO POESIA NO PARANÁ



Professor Carlos Alberto em homenagem na Câmara de Vereadores de Arcoverde
O Sesc Cornélio Procópio - PR, em parceria com o Rotary Club, o Lions Club, a Prefeitura, a Academia de Letras, Artes e Ciência de Cornélio Procópio e UTFPR, divulgou o resultado da 30ª edição do Festival Poético. Este ano, cerca de 1.183 poesias foram inscritas, no Brasil e até nos Estados Unidos.

O Professor  do Centro de Ensino Superior de Arcoverde - CESA, Carlos Alberto de Assis Cavalcanti, foi o grande vencedor na categoria "Adulto - Outras Cidades", que contou com 236 poesias inscritas.

O Festival é um evento de grande porte, tendo repercussão no Brasil e fora dele, com participação de poetas de renome, e cujo objetivo é fomentar a leitura de textos poéticos e a produção de textos. Este ano o certame será finalizado com o cerimonial de premiação no dia 20 de novembro.

Participaram da comissão julgadora os seguintes especialistas:

Profª. Dra. Diná Tereza de Brito – UENP - Universidade Estadual do Norte do Paraná - Campus Cornélio Procópio;

Profª. Dra. Edenir Haddad Santos – UENP – Universidade Estadual do Norte do Paraná - Campus C. Procópio;

Profª. Dra. Eliana Merlin Deganutti de Barros – UENP - Universidade Estadual do Norte do Paraná - Centro de Letras, Comunicação e Artes - Campus Cornélio Procópio;

Profª. Mestra Juliana da Silva Bello  - UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná;
Profª. Dra. Lilian Madi Ravazzi – UNESP - Universidade Estadual Paulista;

Profª. Doutoranda Rosângela B. Pimenta UTFP - Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus C. Procópio.
Já tornou se tornou uma rotina registramos em nosso blog as vitórias desse grande poeta, o Professor Carlos Alberto, que, a cada conquista, deixa-nos orgulhosos e cientes de que em Arcoverde existem excelentes valores artísticos que merecem ser melhor divulgados e apreciados pela população local.

Eis o belo poema LEITURA A QUATRO MÃOS:



A cigana
lê a mão
nas entrelinhas
da fantasia
que enche o coração
do consulente
esperançoso.
A cada declaração,
revela os segredos
contidos nas linhas
da imaginação,
nem sempre os mesmos
das linhas das mão.
Assim, ela (pr)(d)escreve,
para o ouvinte atento,
seu próprio invento
de ambígua linguagem
que os dois engana
na mesma viagem.

foto: arquivo do COCAR

sábado, 4 de outubro de 2014

CIRCO DOS ANÕES RECEBE "FREVO, CAPOEIRA E PASSO"

FREVO E CAPOEIRA NO PICADEIRO

Nesta sexta-feira (03/10) em Arcoverde ocorreu uma inusitada atividade envolvendo educação, cultura e recreação. A Escola Médici promoveu a ida de seus alunos ao Circo dos Sete Anões, que se encontra instalado nas vizinhanças do educandário.

Os estudantes compareceram em grande número, acompanhados dos professores e funcionários da Escola, e puderam assistir inicialmente às apresentações dos palhaços, trapezistas, dançarinos e equilibristas, integrantes do espetáculo circense, o qual encerra sua temporada na nossa cidade nesta semana.

Como era de se esperar, observou-se grande interação entre o público e os artistas do Circo, na maior parte anões. Os estudantes vibraram com o espetáculo e puderam inclusive participar de um número, quando três alunos, convidados por um dos Palhaços, subiram ao picadeiro e atuaram como figurantes em um quadro que levou a comunidade escolar às gargalhadas.

Ao término do espetáculo de circo, o público foi comer as tradicionais pipoca e "maçã melada", servidas na partes externa. Mas o melhor estava por vir.

O líder dos anões anunciou que, pela primeira vez na sua história, o Circo iria receber um número elaborado por estudantes. Neste momento se iniciou o espetáculo "Frevo, Capoeira e Passo", integrado por cerca de vinte alunos da Escola Médici, que trouxe muita beleza e empolgação ao picadeiro e arrancou muitos aplausos do público.

A possibilidade dos alunos deixarem o ambiente escolar e se inserirem no mundo mágico do circo propiciou uma rica experiência para os participantes, que puderam vivenciar num mesmo espaço atividades educativas, recreativas e culturais e também interagir com a comunidade do circo. Por outro lado, os artistas passaram de astros a espectadores, quando os alunos entraram em cena para apresentar o belo espetáculo produzido na Escola.

O Projeto Frevo, Capoeira e Passo é uma parceria do Coletivo Cultural de Arcoverde - COCAR com a Escola Médici e vem, desde o ano passado, trabalhando a divulgação dessas importantes manifestações culturais no ambiente escolar. Esse projeto inclusive foi contemplado pelo Programa Mais Educação do Governo Federal.

Além dos professores e arte-educadores da Escola, estiveram acompanhando as atividades Kleber Araújo e Jadson André, integrantes do COCAR.