teste

terça-feira, 24 de junho de 2014

IV CAMINHADA DO FORRÓ ENCHE DE ALEGRIA E TRADIÇÃO AS RUAS DE ARCOVERDE


Sanfoneiros na saída da IV CAMINHADA DO FORRÓ DE ARCOVERDE



O COCAR – Coletivo Cultural de Arcoverde, com a realização da quarta edição da Caminhada do Forró, no último dia 21, manteve a escrita de promover o evento diurno mais animado do São João de Arcoverde.

A concentração foi no Bar Verdes Arcos, ao lado do Cine Rio Branco, onde a partir das 10h, começaram a chegar os primeiros sanfoneiros e foliões juninos, ávidos pra cair no nosso forró tradicional.

Por volta de meio-dia e meia, o evento já reunia cerca de 500 pessoas, notando-se grade participação de turistas que vêm a nossa terra para prestigiar as nossas autênticas manifestações culturais. Nesse clima festivo, o cortejo saiu pela Rua Antônio Japiassu, tendo o abre-alas formado pelo Boi Cafuné, com os integrantes empunhando estandartes dos santos juninos, seguidos de personagens que integram a agremiação cultural.

Na sequência, veio a Quadrilha de Pernas-de-Pau Mulambembes encantando a todos com o seu rico figurino e uma performance que contagiou a todos os participantes do cortejo. Esse grupo abrilhanta a Caminhada do Forró desde a sua primeira edição.

Às 13:30h a Caminhada chegou ao CECORA, onde desde cedo já estavam sendo realizadas apresentações artísticas com a realização do Projeto Cultura Livre nas Feiras (Secretaria Estadual de Cultura) e do IX Forró na Feira, que acontece no Bar de Heleno. Com a chegada do cortejo, o espaço se transformou em um grande arraial, com predominância da alegria e da espontaneidade, sem que fosse registrado qualquer incidente.

Naquele momento, os 10 sanfoneiros foram homenageados com a entrega do troféu Gildo Moreno. A Caminhada teve ainda como homenageado o compositor João Silva, arcoverdense falecido em dezembro último.

O COCAR agradece a Prefeitura Municipal e as empresas que apoiaram o evento, não esquecendo da Polícia Militar de Pernambuco que garantiu com eficiência a segurança dos artistas e foliões participantes da Caminhada.

Mais uma vez, com a realização deste evento, o COCAR demonstra que é possível se produzir eventos de grande riqueza cultural, valorizando os artistas da terra e sem necessidade de grandes recursos financeiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário