teste

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

PROJETO FREVO, CAPOEIRA E PASSO GRAVA DOCUMENTÁRIO EM RECIFE

Imagens da Visita a Recife
Nascido em 2013, a partir de uma parceria entre a Escola Estadual Médici e o Coletivo Cultural de Arcoverde - COCAR, o Projeto Frevo, Capoeira e Passo tem por objetivo o estudo do frevo desde suas origens até a sua configuração atual, colocando o ritmo genuinamente pernambucano   em destaque dentro do ambiente escolar, com a realização de palestras, oficinas e formação de um grupo permanente de alunos, que com orientação de professores de capoeira e frevo, montaram um espetáculo que tem o mesmo nome do Projeto.
Nesta quarta (19/11), os integrantes do Frevo, Capoeira e Passo aportaram em Recife com dois objetivos principais. Visita ao Paço do Frevo e início da gravação de um documentário, que está sendo realizado pela Candiero Produções, do cineasta Wilson Freire.
No Paço, os estudantes tiveram contato com o acervo do mais amplo equipamento cultural do mundo dedicado ao Frevo. Ali foi realizada uma visita guiada por todos as áreas do museu, onde acompanhado por arte-educadores, o grupo pode vivenciar momentos que remetem a todo o conteúdo vem sendo trabalhado na Escola.
Além de contato contato com o acervo, os alunos ficaram muito empolgados com as oficinas de música e dança que foram ministradas no desenrolar da visita.
Mas o melhor estava por vir, ali mesmo no Paço do Frevo, o grupo pode apresentar o espetáculo que vem ensaiando desde o ano passado, quando a equipe de filmagem pode fazer as primeiras imagens que comporão o documentário.
Do Paço do Frevo, o grupo seguiu para o Marco Zero, um dos mais importantes polos do carnaval pernambucano, onde foram tomadas mais cenas para composição do curta metragem. A conclusão das filmagens se dará em Arcoverde, com data ainda não definida.
A viagem foi coordenada pelo Gestor da Escola, Francisco Romildo, auxiliado por integrantes de sua equipe, pais de alunos e membros do COCAR.
A próxima apresentação do espetáculo Frevo, Capoeira e Passo será no dia 13 de dezembro próximo durante o Festival Cultura na Cabeça, que acontecerá no Alto do Cruzeiro em Arcoverde, celebrando os cinco anos de fundação do COCAR.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

CONFRARIA DOS ARCOVERDENSES EM RECIFE, ENCONTRO DE FINAL DE ANO


Será no dia 29 deste mês, último sábado de novembro, a partir do meio-dia, o XI Encontro de Final de Ano dos Arcoverdenses. A confraternização dos integrantes da colônia sertaneja residente no Recife será realizada no Bar e Restaurante Pai D’Égua, na Av. General Polidoro, 982, no bairro da Cidade Universitária.

Coordenado por Tony Porto (9668-9887), Edson Bezerra (9138-2075) e José Hertz (8666-8694), o XI Encontro XI dos Arcoverdenses terá como atrações o Grupo Escravos da Alegria (MBP), Antonio do Acordeon, Paulinho Leite, Mazinho de Arcoverde, Ricardo Nunes, Aracílio Araújo e Tonino Arcoverde.

Para acesso ao Buffet estilo self service, a exemplo do ano passado, serão cobradas as taxas de R$ 20,00 (vinte reais) para mulheres e R$ 25,00 (vinte e cinco reais) para homens. O serviço do buffet terá início às 12 h, indo até às 16 h. As bebidas serão comercializadas mediante aquisição de senhas individuais no caixa do restaurante.

Objetivando contar com um bom número de participantes, os coordenadores do encontro solicitam aos arcoverdenses residentes no Recife e amigos que  divulguem esta convocatória nas redes sociais e para as suas listas particulares.

Será um momento de revermos os amigos, mantendo acesas as velhas amizades. Até Lá!!!

terça-feira, 4 de novembro de 2014

SESC REALIZA EVENTO VOLTADO PARA OS SANFONEIROS, COM MÚSICOS DE ARCOVERDE E REGIÃO



COCAR REALIZA EVENTO DE LITERATURA DE CORDEL NO DISTRITO DE HENRIQUE DIAS

Folhetos de Literatura de Cordel de Autoria de Seu Zezé






O Coletivo Cultural de Arcoverde - COCAR estará realizando o seu primeiro evento fora do Município de Arcoverde. Domingo, dia 09/11, a trupe do Coletivo estará no Distrito de Henrique Dias, Município de Sertânia, para o lançamento de três publicações de Literatura de Cordel, as quais fazem parte do Projeto "Nas Asas do Cordel", parceria do COCAR com a Pantera Cordelaria, que tem por objetivo a difusão da arte do cordel em Arcoverde e Região.

O local do lançamento não foi escolhido por acaso, é lá que reside o autor dos trabalhos que serão apresentados ao público. Trata-se do cordelista José Francisco Filho, conhecido por todos como "Seu Zezé". Nascido em 1924, completou no mês passado 90 anos de uma vida muito intensa.

Seu Zezé foi funcionário da Rede Ferroviária Federal por muitos anos, tendo ali se aposentado na função de supervisor. Mas a vida do cordelista não se resumiu a isso, ele foi agricultor, vaqueiro, juiz de futebol, marcador de quadrilhas, professor, engraxate, enfermeiro e, podemos dizer, um verdadeiro agitador cultural, pois esteve envolvido nas principais festividades do lugar onde morava, atuando nos ciclos junino e natalino e também nas festas de carnaval.

Os folhetos que serão lançados falam da realidade do autor, retratando as suas vivências no Sertão do Moxotó. "Zezé na Rede" aborda a sua vida como trabalhador da RFFSA, onde começou no ano de 1948 como "cassado de linha" e foi conquistando seu espaço pelo trabalho e pelas muitas amizades que conquistou. "A Saga de Tião Capucho" conta a história de um vaqueiro da região, que era conhecido pela sua bravura e destreza na captura de bois na mata fechada, mas que acabou morrendo justamente por conta de uma queda sofrida em uma de suas aventuras.

O cordel "Seu Zezé e Dona Edite, Uma História" é uma homenagem que o autor faz a sua falecida esposa, descrevendo os momentos de alegria e tristeza que o casal experimentou nos cinquenta e sete anos de convivência.

A publicação dessas obras só foi possível graças ao empenho de Hélio Neves (Chuchu) que se encarregou de recolher os originais com o autor e repassá-los ao Poeta Jaelson Gomes que fez a diagramação e acrescentou versos em homenagem a "Seu Zezé".

O evento contará com a participação de familiares e amigos do autor, além de poetas, declamadores e músicos que irão fazer uma grande homenagem a essa figura tão valorosa, cuja  vida é repleta de belas histórias, as quais têm sido tão bem retratada em poesias de cordel. 

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

MORRE O CANTOR ARCOVERDENSE JEAN MARCEL


 Faleceu ontem na cidade de Salvador (BA) o cantor e compositor arcoverdense Jean Marcel. O artista fez grande sucesso nas décadas de sessenta e setenta, tendo emplacado vários sucessos nacionais, tais como "Isabela", "Esqueça", "356 dias", "Faça o que Digo mais não Faça o que eu Faço", todas estas gravadas pelo grupo Renato e Seus Blue Caps. Como cantor, os maiores sucessos de Jean Marcel foram "Dona da Noite" e "Sete Dias da Semana", também composições de sua autoria com Gil, o parceiros mais presente em sua carreira.

A última vez que esteve em Arcoverde, em janeiro de 2013, Marcel divulgou seu mais recente trabalho no Programa "De Primeira Categoria", na Rádio Itapuama FM.

O sepultamento do artista ocorrerá em Salvador, provavelmente na data de hoje.

O COCAR se solidariza com os familiares e amigos de Jean Marcel.

Colaboração: Sebastião Rodrigues


PEDRA TEM PROGRAMAÇÃO EDUCATIVA NO MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA

A Escola Estadual Anete Vale, da vizinha cidade da Pedra, vem trabalhando o Projeto  AFRONETE, que trata da história e da cultura Afro-brasileira e Africana. Em novembro,  mês da Consciência Negra, professores e estudantes estarão socializando os conteúdos trabalhados. No próximo dia 14 de novembro, no Clube Polimático da Pedra, toda comunidade pedrense, em especial os pais dos estudantes, alunos de outros estabelecimentos de ensino e autoridades, irão ter contato com todas as atividades desenvolvidas pelo Projeto AFRONETE.

Esse projeto é apoiado pela Gerência Regional de Educação e foi idealizado pela Gestora da Escola, Genilda Cavalcanti, e toda  a sua equipe. Uma de suas ações mais relevantes foi a visita ao Quilombo dos Palmares (AL), que nas palavras da Professora Wira Dark: "representou um momento mágico e de grande valia para a socialização de conhecimentos entre os professores e estudantes que participaram da excursão".

Vale a pena conhecer este belo trabalho!

Colaboração: Professora Iraílda Leandro - GRE/Arcoverde

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

PROFESSOR DO CESA É VENCEDOR DE PRÊMIO DO POESIA NO PARANÁ



Professor Carlos Alberto em homenagem na Câmara de Vereadores de Arcoverde
O Sesc Cornélio Procópio - PR, em parceria com o Rotary Club, o Lions Club, a Prefeitura, a Academia de Letras, Artes e Ciência de Cornélio Procópio e UTFPR, divulgou o resultado da 30ª edição do Festival Poético. Este ano, cerca de 1.183 poesias foram inscritas, no Brasil e até nos Estados Unidos.

O Professor  do Centro de Ensino Superior de Arcoverde - CESA, Carlos Alberto de Assis Cavalcanti, foi o grande vencedor na categoria "Adulto - Outras Cidades", que contou com 236 poesias inscritas.

O Festival é um evento de grande porte, tendo repercussão no Brasil e fora dele, com participação de poetas de renome, e cujo objetivo é fomentar a leitura de textos poéticos e a produção de textos. Este ano o certame será finalizado com o cerimonial de premiação no dia 20 de novembro.

Participaram da comissão julgadora os seguintes especialistas:

Profª. Dra. Diná Tereza de Brito – UENP - Universidade Estadual do Norte do Paraná - Campus Cornélio Procópio;

Profª. Dra. Edenir Haddad Santos – UENP – Universidade Estadual do Norte do Paraná - Campus C. Procópio;

Profª. Dra. Eliana Merlin Deganutti de Barros – UENP - Universidade Estadual do Norte do Paraná - Centro de Letras, Comunicação e Artes - Campus Cornélio Procópio;

Profª. Mestra Juliana da Silva Bello  - UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná;
Profª. Dra. Lilian Madi Ravazzi – UNESP - Universidade Estadual Paulista;

Profª. Doutoranda Rosângela B. Pimenta UTFP - Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus C. Procópio.
Já tornou se tornou uma rotina registramos em nosso blog as vitórias desse grande poeta, o Professor Carlos Alberto, que, a cada conquista, deixa-nos orgulhosos e cientes de que em Arcoverde existem excelentes valores artísticos que merecem ser melhor divulgados e apreciados pela população local.

Eis o belo poema LEITURA A QUATRO MÃOS:



A cigana
lê a mão
nas entrelinhas
da fantasia
que enche o coração
do consulente
esperançoso.
A cada declaração,
revela os segredos
contidos nas linhas
da imaginação,
nem sempre os mesmos
das linhas das mão.
Assim, ela (pr)(d)escreve,
para o ouvinte atento,
seu próprio invento
de ambígua linguagem
que os dois engana
na mesma viagem.

foto: arquivo do COCAR

sábado, 4 de outubro de 2014

CIRCO DOS ANÕES RECEBE "FREVO, CAPOEIRA E PASSO"

FREVO E CAPOEIRA NO PICADEIRO

Nesta sexta-feira (03/10) em Arcoverde ocorreu uma inusitada atividade envolvendo educação, cultura e recreação. A Escola Médici promoveu a ida de seus alunos ao Circo dos Sete Anões, que se encontra instalado nas vizinhanças do educandário.

Os estudantes compareceram em grande número, acompanhados dos professores e funcionários da Escola, e puderam assistir inicialmente às apresentações dos palhaços, trapezistas, dançarinos e equilibristas, integrantes do espetáculo circense, o qual encerra sua temporada na nossa cidade nesta semana.

Como era de se esperar, observou-se grande interação entre o público e os artistas do Circo, na maior parte anões. Os estudantes vibraram com o espetáculo e puderam inclusive participar de um número, quando três alunos, convidados por um dos Palhaços, subiram ao picadeiro e atuaram como figurantes em um quadro que levou a comunidade escolar às gargalhadas.

Ao término do espetáculo de circo, o público foi comer as tradicionais pipoca e "maçã melada", servidas na partes externa. Mas o melhor estava por vir.

O líder dos anões anunciou que, pela primeira vez na sua história, o Circo iria receber um número elaborado por estudantes. Neste momento se iniciou o espetáculo "Frevo, Capoeira e Passo", integrado por cerca de vinte alunos da Escola Médici, que trouxe muita beleza e empolgação ao picadeiro e arrancou muitos aplausos do público.

A possibilidade dos alunos deixarem o ambiente escolar e se inserirem no mundo mágico do circo propiciou uma rica experiência para os participantes, que puderam vivenciar num mesmo espaço atividades educativas, recreativas e culturais e também interagir com a comunidade do circo. Por outro lado, os artistas passaram de astros a espectadores, quando os alunos entraram em cena para apresentar o belo espetáculo produzido na Escola.

O Projeto Frevo, Capoeira e Passo é uma parceria do Coletivo Cultural de Arcoverde - COCAR com a Escola Médici e vem, desde o ano passado, trabalhando a divulgação dessas importantes manifestações culturais no ambiente escolar. Esse projeto inclusive foi contemplado pelo Programa Mais Educação do Governo Federal.

Além dos professores e arte-educadores da Escola, estiveram acompanhando as atividades Kleber Araújo e Jadson André, integrantes do COCAR.

terça-feira, 26 de agosto de 2014

MORRE EM ARCOVERDE O MAESTRO JOSIAS LIMA

Maestro Josias Lima   



Por volta das 18h, faleceu em Arcoverde o Maestro Josias Lima. O músico lutava desde 2012 contra um câncer que lhe atacou o sistema digestivo. Mesmo doente, Josias continuava a carreira de compositor e ínterprete, tendo inclusive participado do Baile Municipal de Arcoverde de 2014, tocando com a Super OARA. A última apresentação de Josias foi durante o São João de Arcoverde no Polo das Artes no dia 22/06/2014.

Josias Lopes de Lima, nascido na cidade de Altinho (PE), no dia 23/11/1949, mudou-se com a família para a cidade de Pedra aos 9 anos, onde ainda adolescente teve os primeiros contatos com a música na Banda de Música da Prefeitura, a qual era regida pelo Maestro Cícero Ferreira Barros. Josias começou tocando requinta e depois passou assumir a função de saxofonista, instrumento que é o de sua preferência.

Profissionaliza-se aos 19 anos e se muda para Caruaru, onde passa atuar na Banda de Música Nova Euterpe, que era comandada pelo Maestro Zeferino. Depois, transfere-se para Banda de Música Comercial, ainda na cidade de Caruaru. Josias considera essa fase como uma das mais importantes do seu aprendizado musical, principalmente pelos ensinamentos repassados pelos Maestros Zeferino e Bordião.

Paralelamente integrou o conjunto Los Marines, cujo líder era o famoso acordeonista Camarão. Esse grupo empreendeu várias turnês pelo Norte-Nordeste.

No ano de 1974, Josias Lima é convidado para integrar a Banda Sinfônica de São Bernardo do Campo, que à época era regida pelo Maestro José da Conceição Souza. Nessa Banda, atuou como clarinetista durante nove anos ao lado do famoso músico Proveta.

Voltou ao Nordeste no ano de 1983, para atuar na Orquestra Super-OARA, tendo assumido a função de saxofonista e de principal arranjador. Com a OARA, Josias fez apresentações por todo o Brasil, tendo permanecido no grupo até 1996. Nesse ano muda-se para a cidade de Francisco Beltrão no Paraná, onde passa a compor a Orquestra Express 2000. Já no ano seguinte, é chamado  a integrar a Orquestra Madrigal Soares na cidade de Juazeiro (BA).

Sendo convidado para fundar a Escola de Música da Fundação Terra em Arcoverde, Josias retorna a Pernambuco, onde atuou até 2012 como professor de teoria musical e prática em instrumentos de sopro, já tendo formado uma geração de novos músicos, num trabalho que une ações sociais e culturais na comunidade da Rua do Lixo.

Na discografia do Maestro constam três trabalhos. Em 2008, lança o álbum solo Ontem, Hoje e Sempre, o qual é integralmente composto por canções instrumentais inéditas, do próprio Josias. Esse CD teve grande aceitação na cidade de Arcoverde e Região, tendo vendido mais de 1000 cópias.

Josias, em parceria como o arcoverdense Kleber Araújo, classificou a canção Frevo das Rosas no Concurso de Música Carnavalesca, realizado pela Fundação de Cultura da Cidade do Recife no final de 2010, a qual ficou na terceira colocação na categoria Frevo Canção e foi incluída no CD do festival, lançado pela gravadora Biscoito Fino. Essa música, interpretada pelo cantor Josildo Sá, foi bastante executada na programação carnavalesca do ano de 2011 nas rádios do Recife e Arcoverde. Em 2013, outro frevo de Josias, Domingos de Carnaval, é classificado entre as finalistas desse festival.

Em fevereiro de 2011, dentro de um projeto de interiorização do Frevo, Josias lança o CD Dois no :Frevo, em parceria com Kleber Araújo, disco que inclui nove frevos de sua autoria e conta com seus arranjos em todas as quinze faixas.

Seu último trabalho foi “Vivendo e Achando Bom”, CD instrumental com 15 faixas, dentre choros, sambas e baiões, que foi lançado em 2012. Josias deixou muitas canções inéditas, dentre chorinhos, frevos, forrós e marchas, material suficiente para a gravação de mais de um disco.

O artista era casado com Maria José, com quem teve cinco filhos, um dos quais, Adriano Lima, tem se destacado no cenário musical nacional, tocando na banda Aviões do Forró. Do primeiro casamento Josias tinha mais dois filhos que residem em São Paulo.

A classe artística de Arcoverde chora a perda de suas maiores referências musicais.

Segundo informações da família o velório acontecerá na sua residência, localizada na Rua Maria Eulália de Siqueira, 94, ao lado do Hospital Memorial de Arcoverde. O sepultamento será na tarde de amanhã (27).

foto: acervo Cocar

terça-feira, 5 de agosto de 2014

PROFESSOR CARLOS ALBERTO CAVALCANTI É VENCEDOR EM FESTIVAL DE POESIA NO RIO GRANDE DO SUL

Professor Carlos Alberto em homenagem recebida no Projeto Sextas Feiras Culturais

O Prêmio Lila Ripoll de Poesia 2014, que contou com 582 trabalhos inscritos, que foram avaliados durante 30 dias por rigorosa comissão julgadora, divulgou o seu resultado final. O grande vencedor foi o Professor da AESA Carlos Alberto Cavalcanti, com a poesia "In Foco".

O evento de premiação ocorrerá no dia 12 de agosto, às 19h, no Solar dos Câmara, Rua Duque de Caxias, 968, em Porto Alegre (RS). Haverá na ocasião um Sarau Poético.

O Prêmio Literário foi instituído pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, mediante a Resolução n. 2.910/2004 e tem como objetivo estimular a criação literária e divulgar novos talentos. A temática envolve as causas sociais e questões do gênero.

Eis o(a)s Poetas premiados :


Class.
Poesia
Autor
UF
Cidade
1º LUGAR
IN FOCO
CARLOS ALBERTO DE ASSIS CAVALCANTI
PE
ARCOVERDE
2º lugar
O Visitante
João Elias Antunes de Oliveira
DF
Taguatinga
3º lugar
Pai de Família (?)
Dora Oliveira
MG
Ipatinga
Menção Honr.
A Possibilidade da Avenida
André Telucazu Kondo
SP
Jundiaí
Menção Honr.
Atropelamento
Evanise Gonçalves Bossle 
RS
Tramandaí
Menção Honr.
Batendo em Retirada
Sandra Meyer Silvestre
SC
Criciúma
Menção Honr.
Déjà vu
Cláudio Luís Wolf
RS
Canoas
Menção Honr.
Meu Monstro
Júlia Nunes Azzi
RS
São Jerônimo
Menção Honr.
O Crack e o Menino
Alberto José de Araújo
RJ
Rio de Janeiro
Menção Honr.
Perguntas do Tempo
Cinara Ferreira Pavani
RS
Porto Alegre
Menção Honr.
Soneto do Operário
André Luís Soares
ES
Guarapari
Menção Honr.
Sócio
Adilson Roberto Gonçalves
SP
Campinas
Menção Honr.
Vertente
Paulo Sérgio Barros
RS
Porto Alegre

A presença do Poeta de Arcoverde na cabeça dessa lista é motivo de muito orgulho para nossa Cidade. Vejamos, então, a Poesia vitoriosa:


IN FOCO
Carlos Alberto de Assis Cavalcanti


Um jornal cobre o corpo inerte
estirado na calçada de uma rua;
curiosos formam um círculo
em volta daquele corpo
embrulhado em notícias também mortas;
o jornal é de ontem e o morto não tem amanhã;
ambos jazem hoje,
sob o efeito de furos distintos:
um, jornalístico; outro, balístico.
No dia seguinte, o extinto
vira notícia na página policial
até que outros furos
sejam dados no jornal
por cobertura

sexta-feira, 4 de julho de 2014

MORRE EM ARCOVERDE O SANFONEIRO NEGO DE ADÉLIA


O Mestre Nego de Adélia na comemoração do centenário do Rei do Baião
 
Faleceu nesta madrugada, de morte natural, o sanfoneiro Nego de Adélia. O corpo será velado na casa da família, Rua F, Cohab I, em Arcoverde e o sepultamento ocorrerá amanhã, dia 05/07, no Sítio Mocó, no Distrito das Caraíbas.

Jonas Alexandre dos Santos, natural das Caraíbas, Distrito de Arcoverde, aos dez anos iniciou-se na música tocando fole de oito baixos, por influência do seu pai, que era sanfoneiro. Fez as primeiras apresentações ao lado do pai, tocando em festas religiosas, casamentos, aniversários e eventos diversos.

Ainda jovem foi tentar a sorte no Sudeste, radicando-se em São Paulo, onde por vários anos apresentou-se em festas freqüentadas pelo público nordestino, fazendo muito sucesso.

Foi por muitos anos integrante do grupo de cultura tradicional Reisado Encantado das Caraíbas, no qual se apresentou em eventos na cidade de Arcoverde e Região e até na Capital do Estado.

No I Encontro de Sanfoneiros de Arcoverde, em reconhecimento ao seu trabalho, foi presenteado com um novo instrumento, o qual foi adquirido da coleção do famoso Arlindo dos Oito Baixos pelo médico e também sanfoneiro Carlos Lacerda.

O artista, que era o único sanfoneiro de oito baixos da região, também conduzia uma carreira solo, com o grupo “Nego de Adélia e Seus Oito Baixos de Ouro”.

Nos últimos três anos se apresentou com frequência nos eventos em Arcoverde, tendo participado dos encontros de sanfoneiros promovidos pelo SESC e do Festival Pernambuco Nação Cultural do Sertão do Moxotó.

No ano passado, Nego de Adélia se apresentou no projeto Cultura Livre nas Feiras no dia de São João, data que integrou também o grupo de sanfoneiros que acompanhou a III Caminhada do Forró de Arcoverde promovida pelo COCAR.

Em dezembro passado, no velório do compositor João Silva , que também era do Distrito de Caraíbas, Nego de Adélia tocou em  homenagem ao conterrâneo.

O Mestre sempre dizia: “ é fundamental que o meu trabalho com o fole de oito baixos seja apresentado aos mais jovens, para que essa bonita arte não se perca no tempo”.

Arcoverde está desfalcada de mais um grande artista. 

O COCAR  se solidariza com a família e os amigos neste momento de enorme tristeza.

foto: Coletivo Fora do Eixo

terça-feira, 24 de junho de 2014

IV CAMINHADA DO FORRÓ ENCHE DE ALEGRIA E TRADIÇÃO AS RUAS DE ARCOVERDE


Sanfoneiros na saída da IV CAMINHADA DO FORRÓ DE ARCOVERDE



O COCAR – Coletivo Cultural de Arcoverde, com a realização da quarta edição da Caminhada do Forró, no último dia 21, manteve a escrita de promover o evento diurno mais animado do São João de Arcoverde.

A concentração foi no Bar Verdes Arcos, ao lado do Cine Rio Branco, onde a partir das 10h, começaram a chegar os primeiros sanfoneiros e foliões juninos, ávidos pra cair no nosso forró tradicional.

Por volta de meio-dia e meia, o evento já reunia cerca de 500 pessoas, notando-se grade participação de turistas que vêm a nossa terra para prestigiar as nossas autênticas manifestações culturais. Nesse clima festivo, o cortejo saiu pela Rua Antônio Japiassu, tendo o abre-alas formado pelo Boi Cafuné, com os integrantes empunhando estandartes dos santos juninos, seguidos de personagens que integram a agremiação cultural.

Na sequência, veio a Quadrilha de Pernas-de-Pau Mulambembes encantando a todos com o seu rico figurino e uma performance que contagiou a todos os participantes do cortejo. Esse grupo abrilhanta a Caminhada do Forró desde a sua primeira edição.

Às 13:30h a Caminhada chegou ao CECORA, onde desde cedo já estavam sendo realizadas apresentações artísticas com a realização do Projeto Cultura Livre nas Feiras (Secretaria Estadual de Cultura) e do IX Forró na Feira, que acontece no Bar de Heleno. Com a chegada do cortejo, o espaço se transformou em um grande arraial, com predominância da alegria e da espontaneidade, sem que fosse registrado qualquer incidente.

Naquele momento, os 10 sanfoneiros foram homenageados com a entrega do troféu Gildo Moreno. A Caminhada teve ainda como homenageado o compositor João Silva, arcoverdense falecido em dezembro último.

O COCAR agradece a Prefeitura Municipal e as empresas que apoiaram o evento, não esquecendo da Polícia Militar de Pernambuco que garantiu com eficiência a segurança dos artistas e foliões participantes da Caminhada.

Mais uma vez, com a realização deste evento, o COCAR demonstra que é possível se produzir eventos de grande riqueza cultural, valorizando os artistas da terra e sem necessidade de grandes recursos financeiros.

terça-feira, 17 de junho de 2014

ARCOVERDE REALIZARÁ CAMINHADA DO FORRÓ NESTE SÁBADO, 21/06




Pelo quarto ano consecutivo o forró tradicional tomará conta das ruas de Arcoverde com a realização da Caminhada do Forró. Mais de dez sanfoneiros já confirmaram presença no evento, que já se tornou uma tradição na festa diurna do São João Arcoverdense.

A Caminhada do Forró será realizada no dia 21/06 (sábado), com concentração a partir das 10h no Bar Verdes Arcos, que, não por acaso, localiza-se na vizinhança do Cine Rio Branco, espaço cultural que foi tomado este ano como tema da festa de São João da Capital do Samba de Coco.

De lá o cortejo junino seguirá para o Centro Comercial – CECORA, onde já estarão ocorrendo desde cedo atividades culturais, como o Projeto Cultura Livre nas Feiras, promovido pela Secretaria Estadual de Cultura em Parceria com a Prefeitura Municipal.

No CECORA, a Caminhada do Forró se associa ao Forró na Feira, evento que já acontece há nove anos no Bar de Heleno, sempre com uma grande quantidade de foliões juninos. Ali a festa irá se estender até o final da tarde, com a apresentações de diversos artistas locais, num verdadeiro arraial em que predomina a valorização da cultura local e a espontaneidade das pessoas que a cada ano aumentam em número e animação.

Esse ano, o COCAR, realizador do evento, homenageia o compositor arcoverdense João Silva, grande parceiro do Rei do Baião, que, inclusive, receberá no dia anterior outra homenagem no Polo do Cruzeiro, onde a artista Taís Nogueira apresentará o seu “Tributo a João Silva”. O artista faleceu em dezembro de 2013.

Outro homenageado será Gildo Moreno, sanfoneiro, também já falecido, que fez história musical como um dos melhores intérpretes do forró de raiz nas Regiões do Sertão do Moxotó e Sertão do São Francisco. Na ocasião, cada um dos sanfoneiros participantes da Caminhada receberá um troféu denominado “Sanfoneiro Gildo Moreno”.

A Caminhada do Forró, que encanta as novas gerações e também os menos jovens, tem se mostrado como uma excelente opção para os que apreciam o legítimo forró nordestino e querem aproveitar a festa durante o dia. E tem mais: outros grupos culturais irão se fazer presentes ao evento, como é o caso do Boi Cafuné e da Quadrilha de Pernas de Pau Mulambembes.

domingo, 8 de junho de 2014

XI FORRÓ DOS ARCOVERDENSES EM RECIFE SERÁ NO DIA 14/06


Será neste sábado (dia 14/6), a partir das 21 horas, na sede social do Clube Náutico Capibaribe, na Av. Rosa e Silva, 1086, nos Aflitos, o XI Forró dos Arcoverdenses. Este ano, o arrasta-pé dos sertanejos renderá homenagem a tradicional música nordestina com o tema Forró como Antigamente.

Contando com o apoio das prefeituras do Recife e de Arcoverde, o forrobodó terá como principais atrações os forrozeiros Marzinho de Arcoverde e Aracílio Araújo, que na oportunidade estarão realizando os lançamentos dos seus novos trabalhos. 

A festa contará ainda com as participações especiais da Banda de Pífanos Esquenta Mulher, Samba de Coco de Arcoverde e Quadrilha Junina Pernas de Pau de Arcoverde.

Sem venda de ingresso, o acesso para festa será feito mediante a doação de três quilos de alimentos não perecíveis que serão doados para instituições de caridade do Recife e Arcoverde.

Colaboração: Edson Bezerra

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

KLEBER ARAÚJO FAZ BELA APRESENTAÇÃO NO VIII BAILE MUNICIPAL DE ARCOVERDE

Kleber Araújo e a Super OARA
Depois da apresentação da cantora baiana Margareth Menezes, subiu ao palco do VIII Baile Municipal de Arcoverde, no sábado (08/02), o arcoverdense Kleber Araújo. Acompanhado da Orquestra Super OARA, o cantor interpretou canções autorais e clássicos do Frevo, principalmente músicas do Mestre Capiba. Após esse show a festa seguiu com a competente OARA, comandada pelo Maestro Elaque Amaral.

Ao lado de Kleber estave o seu parceiro Josias Lima, que foi responsável pelos arranjos e tocou saxofone ao lado dos músicos da OARA.

Ao final da participação, Kleber falou: "Esse momento é a realização de um antigo sonho de cantar no Baile Municipal de Arcoverde com a OARA, além de estar ao lado do meu pai, João Vicente, o homenageado da festa. Não esquecendo que, quando subi ao palco, já era a madrugada de 09 de fevereiro, dia em que o nosso Frevo completou 107 anos. Foi demais!"

foto: arquivo do artista

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

BAILE MUNICIPAL DE ARCOVERDE PRESTA HOMENAGEM A JOÃO DA INFORMAÇÃO


O folião João da Informação
Em sua 8.ª Edição, o Baile Municipal de Arcoverde traz como tema “História e Tradição no Carnaval de João da Informação”. O homenageado é um grande entusiasta do carnaval de rua de Arcoverde desde os tempos de jovem, quando ainda gerenciava o Bar “O Escondidinho”. Nessa época, João sabia de cor o título e o compositor de todos os frevos eram lançados no período Carnavalesco.

Mesmo depois de perder o movimento das pernas, ele continuou a brincar o carnaval, sempre comandando um polo de animação na Rua Barbosa Lima, onde reside até hoje. Fazia questão ainda de circular por outras ruas onde se reuniam os foliões. João tem mania de ouvir frevo durante todo o ano, sempre dizendo que o frevo é alegria e o bom pernambucano tem ficar alegre durante os doze meses e não apenas em fevereiro.

Certamente Roberto Moraes, idealizador do Baile Municipal de Arcoverde e que já nos deixou, está muito feliz com a escolha de João Vicente, de quem era grande amigo e todos os anos lhe presenteava com uma cópia da gravação do Baile, para que João pudesse apreciar a beleza e alegria que são a marca desse evento.

A escolha do Comitê Gestor de Eventos da Prefeitura não poderia recair em um momento mais significativo para o homenageado, pois no dia primeiro ele completou oitenta anos, dos quais setenta foram vividos em Arcoverde. A Prefeita Madalena Britto, quando fez o anúncio da homenagem, fez questão de afirmar que João da Informação é um dos personagens mais marcantes da História de Arcoverde.

João Vicente é natural do Município de Águas Belas (PE), mas se considera arcoverdense de coração e agora vai passar a ser de direito, pois a Câmara Municipal, por iniciativa do Vereador Luciano Pacheco, concedeu-lhe o Título de Cidadão, o qual, inclusive, vai ser entregue no Esporte Clube no dia do Baile Municipal.

Arcoverde está de parabéns por prestar esse reconhecimento ainda em vida a um homem que inegavelmente se destaca pelo trabalho que desenvolve e pela sua atuação cultural. Para os que não sabem, o apelido João da Informação surgiu quando ele começou a decorar e a informar os telefones e endereço de pessoas e pontos comerciais. Esse serviço é prestado desde 1975, quando João iniciou o trabalho de 'centro de informações' e hoje é conhecido pelo mundo afora, depois que o programa Fantástico, da Rede Globo de Televisão, fez duas matérias enfatizando a memória do criador do serviço.“Mesmo com as dificuldades e a luta, dei a volta por cima e estou muito feliz em ser o homenageado do Baile de Arcoverde”, falou emocionado João.

Para o Secretário Municipal de Turismo Albérico Pacheco, a cidade homenageia uma lenda e uma pessoa querida por todos, “Por sua história, dedicação e por ele ser um grande carnavalesco, que mesmo na cadeira de rodas cai na folia”.

Aos 80 anos, João, que também é o homenageado do "Carnaval da Folia de Bois", continua com sua espetacular memória funcionando a pleno vapor e se sente satisfeito em ser útil aos arcoverdenses e a todos que recorrem ao seu serviço. Quando perguntado por que ainda continua trabalhando a essa altura da vida, ele prontamente responde: “minha vida é o meu trabalho”.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

PROFESSOR ARCOVERDENSE RECEBE MAIS UM PRÊMIO

Professor Carlos Alberto (centro)

 JORNAL FOLHA DO ESPÍRITO SANTO
Lara Carlette - em 14/01/2014

VENCEDORES DO III CONCURSO DE SONETOS 'BENJAMIM SILVA' – 2013

A Academia Cachoeirense de Letras divulgou nesta terça-feira, 14, o resultado Final do III Concurso de Sonetos “Benjamim Silva”, realizado pela Academia Cachoeirense de Letras – Cachoeiro do Itapemirim – ES, edição 2013.

O concurso tem, como objetivo, incentivar e divulgar a produção literária e, principalmente, despertar o gosto pela linguagem escrita e em verso. Os sonetos foram julgados por uma Comissão constituída por Membros Efetivos da Academia e intelectuais por ela convidados.

O vencedor, em âmbito nacional, foi o pernambucano de Arcoverde - PE, poeta Carlos Alberto de Assis Cavalcanti, com o texto: "Vox Populi". Na esfera estadual, Humberto Del Maestro, de Vitória - ES, foi o vencedor com o título: “Formas”. Já no âmbito municipal, Ana Clara dos Santos venceu com o título “A mal amada”. Em breve, será divulgada a data da solenidade de premiação.

VOX POPULI
Carlos Alberto Cavalcanti

“Verás que um filho teu não foge à luta”,
assim desperta a massa em cada esquina,
e se levanta e marcha, resoluta,
liberta a voz refém da vil surdina.

Soa, com destemor, voz matutina,
e grita aos quatro ventos, impoluta,
contra o cartel das aves de rapina
que tira o pão da boca e ao povo enluta.

Mas, das ruas, o povo, encorajado,
transforma seu protesto num cajado
com que combate aos lobos de plantão.

E da voz sai o cântico retido:
 “Povo unido, jamais será vencido”,
gritam todos em cívico arrastão!

JANEIRO DE GRANDES ESPETÁCULOS COMEÇA HOJE EM ARCOVERDE


Um dos mais importantes festivais de artes cênicas e música de Pernambuco chega à sua 20º edição ininterrupta com atividades que iniciaram no dia 08 e segue até 26 de janeiro de 2014. O Janeiro de Grandes Espetáculos – Festival Internacional de Artes Cênicas de Pernambuco, promovido pela Apacepe (Associação dos Produtores de Artes Cênicas de Pernambuco), com tendo como produtores Paula de Renor, Paulo de Castro e Carla Valença à frente. 

O Festival, que conta com o patrocínio da Prefeitura do Recife, Governo do Estado de Pernambuco, Caixa Econômica Federal, Funarte e Sesc Pernambuco, reúne peças para adultos e crianças, montagens de rua, espetáculos de dança, shows musicais, além de lançamento de livro, oficinas, palestras e debates, não só no Recife, mas descentralizado para Olinda, Caruaru, Arcoverde e, nesta edição, pela primeira vez, no município de Goiana. 

Na grade, espetáculos para todos os gostos, com destaque às realizações pernambucanas, mas de outros estados do Brasil e até convidados internacionais. Em 2014, são quase 80 atrações diferentes, além da entrega do Prêmio Apacepe de Teatro e Dança aos melhores da programação local. Os ingressos serão disponibilizados a preços populares, de R$ 10 a R$ 40, havendo também sessões gratuitas. Os homenageados da edição de 2014 são a atriz, diretora teatral e produtora cultural Lúcia Machado e ao agitador cultural Jomard Muniz de Britto. 

A Coordenação de Cultura do Sesc Arcoverde informa que os ingressos para os espetáculos do  20º JANEIRO DE GRANDES ESPETÁCULOS começarão a ser vendidos uma hora antes de cada espetáculo  e após o início das apresentações não será permitida a entrada no Teatro ou no Espaço Escadaria.


O Festival acontece em Arcoverde pela segunda vez e a programação será no SESC a partir de hoje, 16 de janeiro.

Vejam a programação em Arcoverde

Teatro Geraldo Barros – Sesc Arcoverde (Rua Capitão Arlindo Pacheco, 364, Centro. 
fone: (87) 3821 0864

“O MELHOR SHOW DO MUNDO, na minha opinião...”
Ritalino/Triolé Cultural (Londrina/PR)
16 de janeiro (quinta), 20h, R$ 10 e R$ 5
Indicação: a partir de 10 anos.

NA TERRA DOS ESQUECIDOS – Geraldo Maia, Vinícius Sarmento e Clarisse Fernandes
Fafe Cidade das Artes e Associação dos Produtores de Artes Cênicas de Pernambuco – Apacepe (Fafe/Portugal e Recife/PE/Brasil)
17 de janeiro (sexta), 20h, R$ 10 e R$ 5

O TEMPO PERGUNTOU AO TEMPO
Grupo Acaso e Escola Bailado de Fafe (Recife/PE/Brasil e Fafe/Portugal)
18 de janeiro (sábado), 20h, R$ 10 e R$ 5

PER EDITH PIAF
Teatro Potlach (Itália/Suíça)
19 de janeiro (domingo), 20h, R$ 10 e R$ 5
*Falado em português, com canções em francês.
Indicação: a partir de 14 anos.

AbraCASAbra! – A Mágica Mora Aqui
Rapha Santacruz Produções Artísticas (Recife/PE)
23 de janeiro (quinta), 16h, GRATUITO

HARU – A Primavera do Aprendiz
Rapha Santacruz Produções Artísticas (Recife/PE)
23 de janeiro (quinta), 20h, R$ 10 e R$ 5

O ESPELHO DA LUA
Tropa do Balaco Baco (Arcoverde/PE)
24 de janeiro (sexta), 20h, R$ 10 e R$ 5
25 de janeiro (sábado), 16h, R$ 10 e R$ 5

PARA JOSEFINA
Grupo Acaso (Recife/PE)
26 de janeiro (domingo), 16 e 20h, GRATUITO
 


quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

CARNAVAL DE RUA DE ARCOVERDE, ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA AS TROÇAS E BLOCOS

Carnaval Folia dos Bois
 
Já está disponível no site da Prefeitura de Arcoverde (http://www.arcoverde.pe.gov.br/eventual.php), o edital de convocação da Secretaria de Turismo e da Diretoria de Cultura para os responsáveis pelas agremiações do Carnaval Folia dos Bois atualizar ou fazer o cadastro para participar do Carnaval 2014.

Os carnavalescos devem comparecer a sede da Secretaria de Turismo e Eventos, no Esporte Clube Municipal de Arcoverde, entre os dias 13 e 24 de janeiro, das 09h às 12h. Este ano, a novidade é a abertura para a participação de troças e blocos de outras cidades na Folia dos Bois da Capital do Sertão.

Com exceção dos grupos das outras cidades, que serão inscritos na condição de convidados, as troças locais poderão, dependendo da quantidade de inscritos, passar por uma prévia classificatória ao Grupo de Acesso, que acontecerá em data e local a ser definido pela Secretaria de Turismo e pela Diretoria de Cultura.

fonte: Secretaria de Imprensa da PMA.