teste

domingo, 3 de fevereiro de 2013

ENCONTRO DE BOIS CONTAGIA FOLIÕES ARCOVERDENSES


O Carnaval toma conta das ruas de Arcoverde
 A cultura carnavalesca de Arcoverde viveu na tarde/noite de ontem (02/02) mais um evento de rara beleza e alegria. O V ENCONTRO DE BOIS DE ARCOVERDE levou às ruas da cidade centenas de empolgados foliões, na maioria crianças e adolescentes, que souberam na paz e no clima do carnaval, fazer uma festa que muito agradou aos participantes e ao público presente.

Ao som do autêntico frevo pernambucano, a Banda Filarmônica Joaquim Belarmino Duarte puxou o cordão de 15 agremiações da Praça do São Geraldo até o Largo do Teatro Municipal, num cortejo que impressionou a todos pela espontaneidade e animação presente no rosto de cada um dos brincantes que cantavam e dançavam no frenético ritmo da Folia de Bois.

No ponto final do desfile as troças se apresentaram individualmente arrancando aplausos e deixando as pessoas, principalmente as crianças, radiantes e contagiados pela magia revelada pelos personagens que desfilavam.

O momento de destaque da festa foi a homenagem ao brincante Edvaldo Alves da Silva, o “Véi do Urso Pé de Lã”, que é um dos mais atuantes carnavalescos da nossa cidade e grande responsável pela manutenção da cultura dos ursos de carnaval. O homenageado, que subiu ao palco com seu filho Lucas (06 anos), também fantasiado de urso, falou da emoção de ter o seu trabalho reconhecido e recebeu das mãos de Draiton Moraes (Presidente do COCAR) um troféu comemorativo ao V ENCONTRO DE BOIS.

A seguir, houve o sorteio de prêmios às pessoas que contribuíram para a realização do Encontro e a distribuição de lanche para os brincantes e os que trabalharam na festa.

A parte musical do evento ficou por conta do Grupo No Toque da Lata, formado por alunos da Fundação Terra, e por Alberone da Rabeca, que levou ao palco um inusitado quinteto, composto pelo próprio, pelo Mestre Cícero Gomes e por Valete, Jadson André e Wellington Santos. No repertório, o grupo apresentou frevos, cocos e encerrou com um belo pout-pourri de cirandas, que levou todos a formarem uma grande roda, certamente em louvação ao belo momento cultural que ali ocorria.

Participaram do evento os Bois Cafuné, Milagroso, Divino, Brasil, Pajeú, Maracatu, Lulu, da Help, Milagroso; os Ursos Pé-de-lã, Pingo, Zé Colméia e do Alto do Cardeal e a Boneca Emília, além dos Jaraguás de Paulo Rogério.

A redução do número de agremiações participantes em relação ao ano anterior, que poderia sugerir a perda de força do evento, na verdade, trouxe um ganho em empolgação e tranquilidade para o Encontro. Os brincantes tiveram mais tempo para se mostrar e não foi registrado qualquer incidente de violência na festa.

O V ENCONTRO DE BOIS foi realizado pelo COCAR – Coletivo Cultural de Arcoverde e contou com apoio da Prefeitura Municipal, da Fundação Terra, do Centro Integrado de Cultura e Arte – CINA (responsável pela decoração), do Programa de Primeira Categoria (Independente FM) e do Vereador Luciano Pacheco.

A segurança e o acompanhamento do evento ficaram a cargo da Polícia Militar de Pernambuco, do Conselho Tutelar e do Grupo de Socorristas Voluntários.

Patrocinaram a festa: Saboaria Arcoverde, Pau Brasil Bebidas, Casa Combate, Araújo Eletromóveis, Gilmaq, Casa do Produtor, Liu Pneus, Bonzanza Supermercados, Jodibe, Marquinho Celulares, Web Rádio Muira-Ubi, Retífica Arcoverde, Hospital Memorial, Simpharma, a Campinense Supermercado Menor Preço Real, Supermercado Esperança e Comercial Coelho.

O povo de Arcoverde merece aplausos por realizar um evento democrático, sem conotação comercial e, principalmente, de muita harmonia entre os brincantes e entre estes e o público. Salve a Folia de Bois, salve a cultura tradicional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário