terça-feira, 22 de janeiro de 2013

ENCONTRO DE BOIS DE ARCOVERDE: DIVULGADO O NOME DO HOMENAGEADO


 Brincadeira dos Ursos tem em Edvaldo Silva seu grande incentivador (foto COCAR)

De longe os bois de carnaval são as figuras mais representativas do Carnaval de Arcoverde, todavia, muitos outros brinquedos fazem parte do que se chama genericamente de “Folia de Bois”. Ursos, jaraguás, cobras, emas, palhaços, bonecos, bonecas e outros, que sempre aparecem de surpresa, também povoam a “Terra Carnavalis” e fazem disparar o imaginário das crianças, de todas as idades.

Diante dessa constatação o V ENCONTRO DE BOIS DE ARCOVERDE apresenta como grande homenageado em 2013 Edvaldo José da Silva. Conhecido por “Vei”, ele é o maior responsável pela proliferação dos ursos na fauna carnavalesca de Arcoverde. Nascido nesta cidade, em 27/11/1967, este detetive particular, na década de 80 do século passado, quando ainda adolescente, começou a colocar na rua sua própria troça, ao perceber que algumas das agremiações em que brincava estavam desaparecendo. Falou mais algo o instinto de sobrevivência do folião.

Nosso homenageado conta que já confeccionou mais de vinte ursos, sendo que uns são conservados em sua coleção, todos os anos abrilhantando o carnaval, e outros foram repassados a pessoas que se interessam pela brincadeira. Ele fala que este ano tem urso novo na parada: o Urso Branco do Alto do Cardeal, organizado por Paulo Cursino, é cria de seu atelier e desfilará pelas ruas de Arcoverde no dia 26 de janeiro.

Toda a família de Edvaldo é engajada nesse segmento cultural. Sua mulher, Sheila, e os filhos, Edvaldo Caetano (15) e Lucas (06), integram o grupo de ursos que sai do Bairro do São Geraldo para espalhar curiosidade e alegria pelas ruas da urbe. O líder desta ursada (qual é mesmo o coletivo de urso?) é o Pé de Lã, fundado em 10/02/1997, pelos amigos Edvaldo e Josemir, esta figuraça completa no domingo de carnaval 16 anos de folia e vai se apresentar com 34 componentes, dentre passistas, batuqueiros, caçador e outros personagens.

O Urso Pé de Lã já esteve mostrando o seu focinho em outras paragens, atendendo a convites de foliões de Triunfo, Belo Jardim e Pesqueira. Também já participou de eventos escolares divulgando a brincadeira dos ursos, com apresentação da história e de como se confeccionar os “animais”.

Edvaldo também está preocupado em não deixar morrer a tradição e ministra em sua própria residência oficinas de criação de personagens para troças carnavalescas, tendo afirmado que já tem uma garotada pronta para tocar em frente à brincadeira dos ursos.

Quando perguntado o que deveria ser feito para fortalecer o Carnaval de Arcoverde, ele afirmou que a festa não deve ficar restrita apenas ao concurso promovido pela Prefeitura, mas é necessário que as agremiações brinquem na sua comunidade durante o período momesco. Para ele sem essa brincadeira nas ruas o carnaval não tem graça e a tradição perde a força.

Ao final do bate-papo com a equipe do COCAR, Edvaldo afirmou:

“desejo que o folião arcoverdense prestigie as nossas tradições, pois o carnaval é do povo, feito para o povo. Ficam aqui meus sinceros agradecimentos pela homenagem, que é o reconhecimento de um árduo trabalho em prol da cultura de nossa cidade.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário