domingo, 29 de dezembro de 2013

PRODUTORA CINEMATOGRÁFICA BUSCA EM ARCOVERDE E REGIÃO ELENCO PARA NOVO FILME DE GABRIEL MASCARO

A Produtora DESVIA Produções Artísticas e Audiovisuais Ltda procura meninos e meninas que tenham entre 7 e 11 anos para papel no filme “Valeu Boi”, do diretor Gabriel Mascaro, que será filmado entre março e maio de 2014. Esta é a sua chance de trabalhar do lado de grandes atores, como Juliano Cazarré (o Ninho, da novela “Amor à vida)! 

Informações sobre o filme:

O filme, que será rodado entre março e maio de 2014, é uma coprodução entre Brasil, Uruguai e Holanda, que conta com patrocínio do Ministério da Cultura, a Ancine (Agência Nacional de Cinema), o Fundo Pernambucano de Incentivo a Cultura, o governo Uruguaio e o governo Holandês. As coproduções internacionais garantem que o filme entrará em cartaz no Uruguai, na Argentina e na Holanda, além de dar uma visibilidade internacional ao filme. 
“Valeu Boi” se passa na vaquejada e o protagonista é um vaqueiro curraleiro (interpretado pelo ator da TV Globo, Juliano Cazarré, que faz o Ninho na novela "Amor à vida") que sonha trabalhar no polo de confecção do agreste, em meio a um novo contexto de Nordeste em desenvolvimento. Ele viaja de vaquejada pelas vaquejadas com os companheiros de ofício Zé, vaqueiro de 40 anos  e Mário, de 35 anos, além de Galega, motorista do caminhão que transporta os Bois (interpretada por Maeve Jinkings, atriz do filme O Som ao Redor, que foi escolhido para representar o Brasil no Oscar de 2014). 
Valeu Boi é antes de tudo um filme sobre sonhos e sobre o que um ser humano é capaz de fazer para mudar de vida. A vaquejada é o pano de fundo.

Informações sobre as personagens

O filme tem como ator principal o Juliano Cazarré (o Ninho da novela “Amor à vida”), que fará a personagem Iremar, um vaqueiro que sonha em ser estilista no pólo de confecções do Nordeste em desenvolvimento. Os meninos farão parte do núcleo principal, especialmente a menina que fará Cacá, que será a segunda personagem mais importante em nosso filme.

Cacá

A menina (de 9 a 11 anos) que a ser escolhida dará vida à personagem Cacá, filha de Galega, que viajará também com o grupo de vaqueiros de Iremar,  pois a mãe não tem com quem deixar a criança. A Produtora precisa de criança seja desenvolta e não se acanhe quando colocada em frente à câmeras. Outro requisito é que goste de animais, já que vai conviver com bois e cavalos durante as cenas.
Além disso, é interessante que a menina seja acostumada a conviver com meninos, goste de jogar bola e brincar com eles, e até mesmo que seja um pouco briguenta (uma espécie de versão real da personagem Mônica, de Mauricio de Souza). Isso porque o mundo da vaquejada é muito masculino, e a proposta é de que a criança seja criada neste ambiente.

João

O menino (de 7 a 11 anos) que se busca dará vida ao personagem João, amigo de Cacá. Ele também deve ser extrovertido e não ter medo de se aproximar de animais – especialmente gado e cavalos – já que conviverá com a menina no ambiente de vaquejada, ajudando também os vaqueiros, que serão seus familiares.
É preciso frisar que as crianças não precisam ser, necessariamente, aquelas com as melhores notas ou maior concentração na escola. Acredita-se que crianças com mais dificuldade na escola, quando colocadas em um ambiente artístico e interativo, conseguem se sair melhor com esse tipo de aprendizado. Além disso, muitas vezes voltam à instituição de ensino com mais interesse pelos estudos.
A Produtora informa também que a criança terá acompanhamento de um adulto responsável (sendo pai, mãe ou outro) durante as filmagens.

Como participar

As crianças não precisam ser atrizes ou atores de fato, basta terem desenvoltura e interesse. A Produtora solicita que quem conhecer crianças com esse perfil envie para o email (elenco@desvia.com.br) fotos e vídeos (uma conversa informal, apenas com a criança dizendo seu nome e falando um pouco de si, que pode ser gravada até mesmo em celulares), bem como o contato dos pais e/ou responsáveis.

A pré-seleção de elenco acontecerá no dia 04 de janeiro de 2014, em Bezerros (PE). Os interessados em participar deverão entrar em contato no email acima ou através do número (81) 9239.9614 e falar com Gabriela.

Amanhã (30/12), o cineasta arcoverdense Rodolfo Araújo irá até Ibimirim, passando pela Malhada e Cruzeiro do Nordeste, em busca do elenco.

Outras informações no site da Desvia: http://pt.desvia.com.br/
Fonte: Rodolfo Araújo

OFICINA PARA O FUNCULTURA AUDIOVISUAL EM ARCOVERDE SERÁ DIA 07/01

Secretaria de Cultura realiza oficinas para o 7º Edital do Audiovisual – Funcultura 2013/2014
As capacitações serão realizadas gratuitamente em todo o Estado. Caruaru recebea a oficina no dia 8 de janeiro de 2014.

A Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) e a Fundarpe iniciam no dia 06 de janeiro de 2014 uma série de oficinas de capacitação para elaboração de projetos para o 7º Edital do Programa de Desenvolvimento do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura Independente 2013/2014. O edital público é considerado um dos melhores do País e destinará um total de R$ 11,5 milhões para incentivo da produção, difusão, formação e pesquisa na área audiovisual. As oficinas serão realizadas em 22 municípios, contemplando todas as 12 Regiões de Desenvolvimento (RDs) do Estado. As oficinas são gratuitas e não necessitam de inscrição prévia. Ao final, os participantes receberão certificados. Em cada município, a Secult-PE conta com parceiros locais como prefeituras, pontos de cultura e cineclubes para a realização das oficinas. Confira abaixo o calendário completo com datas e locais. Em breve, a Secult-PE divulgará as oficinas sobre o edital Funcultura Independente 2013/2014.

O período para inscrições de projetos no edital Funcultura Audiovisual será de 21 de janeiro a 21 de fevereiro de 2014. O edital, os formulários e anexos necessários para inscrição estão disponíveis no site http://www.fundarpe.pe.gov.br/governo-de-pernambuco-lanca-7-edital-do-programa-audiovisual-funcultura-20132014. O Funcultura faz parte de uma política específica para o audiovisual, desenvolvida pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe. A cada ano, mais pessoas buscam o incentivo do Funcultura. O 6º edital (2012/2013) alcançou número recorde de inscritos, com 406 projetos, um aumento de 56% em relação ao 5º (2011/2012), o que pode ser considerado resultado deste processo de formação por todo o Estado.

Durante as oficinas, os participantes conhecerão os detalhes do edital, as especificidades das categorias e subcategorias e as suas respectivas exigências. Os projetos podem ser de filmes de longa-metragem e de curta-metragem, produtos para televisão, pesquisas, formação (cursos, oficinas, seminários, encontros), difusão (festivais, mostras), preservação e cineclubes. A capacitação irá orientar sobre o preenchimento dos formulários e a elaboração do projeto, considerando a definição de objetivos, justificativas, estratégias de ação e orçamentos dos produtos culturais. Também serão abordadas dicas sobre criação de roteiros para filmes e programas de TV.

“Este momento de divulgação do edital é sempre muito importante. Com as oficinas que são realizadas da capital ao Sertão, abrimos novas possibilidades, principalmente para os produtores mais novos e do interior do estado, que ainda não tem muita experiência em elaboração de projetos. Isto possibilita cada vez mais uma interiorização e democratização do Funcultura”, ressalta o presidente da Fundarpe, Severino Pessoa. A coordenadora do audiovisual Carla Francine reforça o caráter didático das capacitações: “Estas oficinas são necessárias, uma vez que algumas pessoas deixam de se inscrever por acharem complicados os trâmites do Funcultura, mas quando chegamos junto e conversamos, eles vêem que não é tão difícil assim”. Carla Francine ministrará as oficinas juntamente com as assessoras Milena Evangelista e Shirley Hunther e o produtor cultural Mauro Lira. Durante as oficinas, a equipe também receberá inscrições ou atualizações do Cadastro de Produtor Cultural –CPC, condição para concorrer nos editais do Funcultura.

CADASTRO - Para inscrever projeto nos editais, o proponente pode ser pessoa física ou jurídica (empresas associações, fundações), com residência em Pernambuco há no mínimo um ano e ter Cadastro de Produtor Cultural (CPC) atualizado anualmente. O prazo para inscrição ou atualização do CPC para o Edital do Audiovisual é até o dia 20 de janeiro, enquanto que para o Edital Independente (geral) é até 31 de janeiro de 2014. O cadastro pode ser feito presencialmente ou com envio de formulário e documentação pelos Correios. A lista com a documentação necessária e os formulários do CPC estão disponíveis no link: http://www.fundarpe.pe.gov.br/fomento_funcultura_formularios.php.

REGIONALIZAÇÃO - Com intuito promover cada vez mais a regionalização do Funcultura, desde o edital anterior (2012/2013), foi criada a categoria Revelando os Pernambucos, pela qual será habilitado pelo menos um projeto de cada uma das 12 Regiões de Desenvolvimentos do Estado (RDs), chegando a contemplar até 16 projetos, de mostras, festivais de cinema ou curta-metragem.

Calendário das oficinas
Dia 06 de janeiro (segunda-feira) – Agreste Central – Pesqueira
Local: Auditório da Rádio Jornal
Endereço: F. Pessoa de Queiroz, s/n, Bairro Prado
Horário: 14h às 18h

Dia 06 de janeiro (segunda-feira) – Zona da Mata Norte – Timbaúba
Local: Escola Professor José Mendes
Endereço: Av. Dr. João Ferreira Lima – Timbaúba
Horário: 13h às 17h

Dia 06 de janeiro (segunda-feira) – Zona da Mata Norte – Goiana
Local: Cineteatro Polytheama
Horário: 18h às 22h

Dia 07 de janeiro (terça-feira) – Sertão do Moxotó - Arcoverde
Local: Auditório do Ponto de Cultura Orquestra Sertão
Endereço: Av. Zeferino Galvão, n° 642, 1° andar do CECORA, Centro.
Horário: 14h às 18h

Dia 07 de janeiro (terça-feira) – Agreste Setentrional - Limoeiro
Local: Centro Cultural Ministro Marcos Vinicios Vilaça (Mesmo local do Cine Difusora).
Endereço: Praça da Bandeira - Centro
Horário: 14h às 18h

Dia 08 de janeiro (quarta-feira) – Sertão do Pajeú – Afogados da Ingazeira
Local: Cinema São José
Endereço: Rua Nilton Cesar de Macedo Lima (vizinho à Rádio Pajeú).
Horário: 14h às 18h

Dia 08 de janeiro (quarta-feira) – Agreste Meridional – Garanhuns
Local: Auditório da Secretaria de Educação de Garanhuns
Endereço: Rua Siqueira Campos, 54 - Centro 
Horário: 13h às 17h

Dia 08 de janeiro (quarta-feira) – Agreste Central – Caruaru
Local: Museu do Barro de Caruaru
Endereço: Praça Cel. José de Vasconcellos, 100 (Pátio de Eventos)
Horário: 19h às 22h

Dia 09 de Janeiro (quinta-feira) -Sertão do Pajeú – Serra Talhada
Local: Auditório do Museu do Cangaço
Endereço: Vila Ferroviária, s/n - Centro
Horário: 14h às 18h

Dia 09 de Janeiro (quinta-feira) – RMR Sul – Ipojuca
Local: Auditório da Secretaria de Turismo e Cultura do Ipojuca
Endereço: Rua Beijupirá, s/n – Porto de Galinhas
Horário: 14h às 18h

Dia 10 de janeiro (sexta-feira) – Sertão de Itaparica – Floresta
Local: Cineteatro Recreio
Endereço: Rua Pereira Maciel, n° 109, Centro.
Horário: 14h às 18h

Dia 11 de janeiro (sábado) – Sertão Central – Salgueiro
Local: Biblioteca Pública Municipal Francisco Augusto
Endereço: Rua Francisco de Sá nº 221 - Centro.
Horário: 14h às 18h

Dia 11 de janeiro (sábado) – RMR – Fernando de Noronha
Local: Escola Geração e Renda
Endereço: Alto Floresta Nova, s/n – Floresta Nova Horário: 18h às 22h

Dia 13 de janeiro (segunda-feira) - Sertão Central - Parnamirim
Local: Auditório da Escola Municipal Antônio de Carvallho (EMAC)
Endereço: Rua Capitão João Lopes Machado, s/n - Centro
Horário: 14h às 18h

Dia 13 de janeiro (segunda-feira) - Agreste Central - Bezerros
Local: Secretaria de Juventude e Emprego de Bezerros
Endereço: Rua Martins Junior, s/n - Centro
Horário: 13h às 17h

Dia 13 de janeiro (segunda-feira) – Zona da Mata Sul – Vitória de Santo Antão
Local: FACOL – Faculdade Osman Lins
Endereço: Rua do estudante, 85 – Bairro Matriz
Horário: 18h às 22h

Dia 14 de janeiro (terça-feira) – Sertão do Araripe – Ouricuri
Local: Escola São Sebastião
Endereço: Esplanada São Sebastião, s/n - Centro
Horário: 14h às 18h

Dia 18 de janeiro (sábado) - Petrolina - Sertão do São Francisco
Local: Espaço Cultural Janela 353.
Endereço: Rua Antônio Santana Filho, n° 353, Centro
Horário: 14h às 18h

Dia 20 de janeiro (segunda-feira) – RMR Norte – Igarassu
Local: Auditório da Secretaria de Turismo de Igarassu
Endereço: Rua Frei Caneca, n° 46, Sítio Histórico
Horário: 14h às 18h

Dia 21 de janeiro (terça-feira) – RMR Sul – Cabo de Santo Agostinho
Local: Auditório da Escola Modelo de Garapu
Endereço: Av. Escritor Israel Felipe s/n – Loteamento Garapu
Horário: 14h às 18h

Dia 22 de janeiro (quarta-feira) –Recife
Local: Auditório do Museu do Estado de Pernambuco - MEPE
Endereço: Avenida Rui Barbosa, 960, Graças
Horário: 14h às 18h

Dia 23 de janeiro (quinta-feira) – Olinda
Local: A definir
Horário: 14h às 18h

Informações: Coordenadoria do Audiovisual - (81) 3184-3076 | 3184- 3158 | cinema.secult.pe@gmail.com

Fonte: SECULT/FUNDARPE

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

CONFRATERNIZAÇÃO DE NATAL NO ABRIGO SÃO VICENTE DE PAULO

evento cultural para os idosos
Ontem (17/12) foi realizada festa de Natal para os idosos do Abrigo São Vicente de Paulo em Arcoverde. A Diretoria do Abrigo, o COCAR, a Prefeitura de Arcoverde e voluntários firmaram parceria para a concretização de um momento cultural que propiciou uma agradável interação entre os internos e a comunidade arcoverdense.

Segundo Ione, coordenadora do Abrigo, eles acolhem atualmente 32 idosos de ambos os sexos e há uma carência desse tipo de atividade naquela entidade filantrópica. O evento iniciou às 16h com apresentação poética de Edilza Vasconcelos e teve seguimento com apresentações musicais voluntárias dos artistas Luiz Henrique, Luiz Lopes e seu neto, Josias Lima, Edson José, Zezinho, Sérgio Coringa e Bem-Te-Vi. Em seguida foi servida a ceia para os idosos, os voluntários e a equipe do Abrigo São Vicente.

Além da Diretoria do Abrigo, todo o corpo de funcionários se fez presente, num esforço conjunto para que os internos pudessem ter esse evento significativo, que os coloca como pessoas importantes que merecem usufruir de atividades dessa natureza.

Gustavo Azevedo, Diretor de Cultura da PMA, representou a Prefeita Madalena Britto no evento.

Inclusive, segundo Draiton Moraes, Presidente do COCAR, já há entendimentos para que no período junino se realize o "São João do Abrigo". Para José Marcondes de Oliveira, Diretor do estabelecimento beneficente, iniciativas como essas deveriam ser realizadas com mais frequência, pois representam uma excelente maneira de promover inclusão social e cidadania.


representantes das entidades que promoveram o evento





fotos: Suzana Almeida (COCAR)


segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

FUNDAÇÃO TERRA REALIZARÁ CEIA NATALINA PARA COMUNIDADE ATENDIDA POR PROJETOS SOCIAIS



Na noite do dia 24/12, a Fundação terra realizará uma “Ceia de Natal”, cujo tema é “Dá-lhes Vós mesmos de Comer”(Lucas,9;13). A Ceia Natalina será compartilhada com dois mil moradores da Comunidade “Alfredo de Souza Padilha" e seu entorno, atendidos pelos projetos sociais desenvolvidos pela Fundação Terra e rede de parceiros.

O Evento compor-se-á dos seguintes momentos:
Celebração Natalina dirigida pelo Pe. Airton Freire, com início às 18h
Recreação e distribuição de presentes para as crianças da Comunidade, a ser realizada  na quadra de esporte da Fundação Terra, no horário das 17h30min às 21h.
Apresentação do Coral Infantil da Escola “Pequena Infância”.
Apresentação da orquestra sinfônica de Arcoverde por meio do Projeto Músicos do Futuro.
Ceia Natalina como ponto de culminância da comemoração natalina.

O projeto é uma parceria direta com o Grupo Cruzeiro e conta com o apoio da Prefeitura Municipal, da Polícia Militar, além de outras entidades e comerciantes locais. Seu objetivo é contribuir para melhoria da qualidade de vida das famílias, crianças e adolescentes moradoras da Comunidade, realizando um evento em condições dignas (conforto e segurança adequados) a que todos sintam-se acolhidos e convidados a vivenciarem o espírito natalino.

FOTO: arquivo da FT.

XX CARROÇADA NATALINA ACONTECE NO PRÓXIMO DIA 21

O começo da história


Acontece neste sábado (dia 21/12), a partir das 17 horas, na rua Artur Lício (Rua do Urubu), na cidade de Arcoverde, no Sertão pernambucano, a vigésima edição da festa Carroçada Natalina de Arcoverde.  Idealizada pelo cantor e compositor Tonino Arcoverde, em de 1993, hoje a tradicional festa conta hoje com infraestrutura de um grande evento.

Segundo o cantor e compositor Tonino Arcoverde, idealizador e coordenador da festa, a edição deste ano contará com as participações dos artistas Paulinho Leite, Mazinho de Arcoverde, Maciel Melo, Clayton Barros, Luciano Magno, Reisado das Caraíbas, Coco Raízes de Arcoverde, Cultura Urbana, Coco Trupé, Leandro Vaz e Noé Lira, Banda Fim de Feira, Vagner Carvalho e Tonino Arcoverde. Este ano teremos também a presença do forrozeiro caruaruense Azulão e seu filho Azulinho.

A festa da Carroçada de Arcoverde teve início em 1993, quando o cantor e compositor Tonino Arcoverde e três músicos arcoverdenses conversavam descontraidamente na calçada da casa de Tonino. Naquele momento passou uma carroça de burro e os músicos tiveram a ideia de alugar a carroça e passear pela cidade tocando violão na carroça. A partir daí, a cada ano, os artistas se reuniam e aglomeravam um número maior de carroceiros e curiosos que passaram também a alugar carroças e seguir o cortejo dos artistas.

No quinto ano consecutivo do encontro, a festa foi oficializada com o título de Carroçada Natalina de Arcoverde. Hoje, o evento é esperado no mês de dezembro com muita expectativa. As carroças são reservadas com bastante antecedência, decorações são improvisadas e até prêmios são distribuídos para as carroças mais bonitas.

O início da festa é marcado pela concentração dos participantes e dos artistas em frente à casa de Tonino Arcoverde, na rua Artur Lício, que é mais conhecida como Rua do Urubu, em função de um curtume outrora ali existente que atraía uma quantidade grande de urubus.Em seguida, as carroças percorrem algumas ruas e praças da cidade, retornando logo depois para o ponto de partida, onde os acontecem as apresentações artísticas.


colaboração: Edson Bezerra

PROFESSOR CARLOS ALBERTO RECEBE MENÇÃO HONROSA EM PRÊMIO LITERÁRIO


Professor Carlos recebendo prêmio da Editora Moderna

Apaixonado por crônicas e poesias, o professor de língua portuguesa Carlos Alberto Cavalcanti, da Escola Estadual Industrial e da Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde, no sertão do Moxotó, elaborou um poema que recebeu menção honrosa por ficar em 6º lugar nacional no X Prêmio Barueri de Literatura. O prêmio é promovido pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Barueri, em São Paulo.

O poema conta, em curtos versos, a história do acidente do voo 1907 da GOL, em 2007, com objetivo de mostrar a tragédia de forma mais leve, ao contrário do que foi noticiado na época. No poema, o professor tentou expressar o sentimento do início e fim da viagem. Seu texto foi analisado por uma banca de especialistas e selecionado como um dos dez melhores poemas. “Sinto-me honrado em ter meu texto apreciado por profissionais renomados da área. Estou muito feliz com essa conquista”, declarou o professor.

Como fruto de sua dedicação à literatura, o professor conseguiu lugar como membro correspondente na Academia de Letras e Arte de Ponta Grossa, Paraná. Ele também faz parte da Academia Cachoeirense de Letras do Espírito Santo, e da Academia de Letras Rio Cidade Maravilhosa. “Gosto de trabalhar incentivando nos meus alunos o hábito da leitura e produção de texto em prosa e poesia. É o momento de investir nestes meninos e tentar despertar a paixão pela leitura”, pontuou Cavalcanti. 

Recentemente Carlos Alberto Cavalcanti  obteve o 4º lugar em Concurso Nacional Cultural: Minha Aula + Moderna, promovido pela Editora MODERNA. Foram cerca de 4000 frases concorrentes em todo o Brasil, para responder à pergunta: Como a tecnologia pode transformar suas aulas? O professor Carlos é o único nome do Nordeste na lista dos cinco primeiros premiados, os quais têm direito a um Notebook e uma cesta de livros da Editora Moderna.

O prêmio foi entregue ao professor Carlos, dia 05/12, pela assessora pedagógica da MODERNA em Pernambuco, Joseneide, que esteve na Escola Industrial. Confiram a frase: 

"Adiciona mais alternativas educacionais ao processo ensino-aprendizagem; subtrai o superado modelo expositivo que causa fadiga ao professor e ao aluno; multiplica os recursos que unem a virtude ao virtual na relação docente-discente; e divide – com todos – o prazeroso benefício do ato de saber-conhecer, saber-fazer, saber-ser e saber-viver, cujo resultado é uma aula MODERNA."

Vale a pena também a transcrição do poema feito em memória dos mortos no acidente do voo 1907 da Gol.

                                                                        MUDANÇA DE ROTA
                                                                       Carlos Alberto Cavalcanti

Suave planava no ar
as vidas e os sonhos,
crianças dormiam no colo materno;
adultos contavam o tempo
que cortava os ares
nas alturas;
olhos vigiavam a máquina
que viajava entre as nuvens
em horizontal trajeto
até que o abraço veloz
mudou com um golpe atroz
o plano de voo
e o voo dos planos
em

v

e

r

t

i

c

a

 l

queda mortal
vidas plantadas na floresta
é o que resta
além da saudade
plantada nos corações

fonte: Secretaria de Educação de Pernambuco
foto: http://paulocordelbuique.blogspot.com.br


terça-feira, 10 de dezembro de 2013

LIBERDADE PROFISSIONAL PARA OS MÚSICOS É APROVADA NA COMISSÃO DE CULTURA


 A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados aprovou, hoje pela manhã (9), o parecer do relator Raul Henry (PMDB-PE) sobre o projeto de lei 6303/2009. A matéria tem por objetivo tornar livre o exercício da profissão de músico, ficando proibida exigência de inscrição em entidade de qualquer espécie.

Os músicos em breve poderão exercer a profissão de forma livre sem as amarras de entidades que querem controlar a profissão. O motivo disto foi o parecer do projeto de Lei 6303/2009, de relatoria do deputado federal Raul Henry, aprovado pela Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados.

O projeto é de autoria  do Deputado Zequinha Marinho PSC/PA.


fonte: http://www.rota232.com.br/comissao-de-cultura-aprova-liberdade-para-profissao-de-musico/

sábado, 7 de dezembro de 2013

MÚSICA PERNAMBUCANA PERDE UM DE SEUS MAIORES EXPOENTES

João Silva em homenagem prestada pelo COCAR


A música brasileira fica mais pobre com a partida do cantor e compositor João Silva. Ontem, 06/12, o seu corpo foi encontrado no apartamento onde residia no Bairro de Boa Vigem, na capital Pernambucana.

João Leocádio da Silva, natural do distrito das Caraíbas, iniciou-se musicalmente em Arcoverde, de onde migrou para o Sudeste e ali construiu uma exitosa carreira, que o coloca como um dos compositores brasileiros mais gravados. Para se ter uma idéia, a sua canção "Prá não Morrer de Tristeza", conhecida como o hino da boemia brasileira, é um hit que recebeu inúmeras gravações, desde artistas da região até o festejado Nei Matogrosso. Mas o maior mérito de Seu João é ter sido o compositor mais gravado por Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.

João Silva em 2012 foi agraciado pela Câmara de Vereadores de Arcoverde com a Medalha de Honra ao Mérito Cardeal Arcoverde, pelo valor que representa para a cultura da nossa cidade, ano em que foi homenageado no São João arcoverdense. Também foi um dos agraciados, em 2012, no Concurso Público de Registro do Patrimônio Vivo do Estado, promovido pelo Governo de Pernambuco, através da Fundarpe e da Secretaria de Cultura. A indicação de João Silva nesse certame foi promovida pelo COCAR - Coletivo Cultural de Arcoverde.

O compositor teve mais de mil música gravadas por vários artistas e os seus maiores sucessos são Prá Não Morrer de Tristeza, Pagode Russo, Danado de Bom, De Fi a Pavi, Forró de Cabo a Rabo, Nem se Despediu de Mim, Sanfoninha Choradeira, Deixa a Tanga Voar.

João teve a sua vida contada no livro “Mestre João Silva - Pra Não Morrer de Tristeza” de autoria do escritor bodocoense José Maria Marques, onde está retratada toda a trajetória artística do compositor arcoverdense.

Aos 78 anos, João Silva continuava compondo rotineiramente e preparava um novo trabalho para ser lançado em 2014. A cidade de Arcoverde está de luto pela partida de mais um filho ilustre.

O corpo está sendo velado na Câmara de Vereadores do Recife e o sepultamento ocorrerá em Arcoverde, onde o corpo chegará no amanhã pela manhã. O cortejo sairá da Câmara de Vereadores às 11 horas para o Cemitério do São Miguel.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

SUEDSON NEIVA LANÇA EXPOSIÇÃO NESTA QUINTA-FEIRA


O Artista Plástico Suedson Neiva

Nesta quinta-feira, 07/11, às 21h, o artista plástico Suedson Neiva abre a sua exposição “Formas e Croma” em que expõe diversos estilos de sua vigorosa produção. A exposição ocorrerá na Praça da Bandeira ao lado do antigo Cine Bandeirante, onde o artista criou um espaço especialmente para o evento.

Lá serão apresentadas esculturas de ferro e fibra de vidro, pinturas em óleo e acrílico sobre tela, além de peças de artesanato confeccionadas em metal e fibra de vidro, as chamadas esculturas de parede.

Natural da vizinha Pedra, Suedson é graduado em Ciências Sociais pela Universidade Católica de Pernambuco, mas é nas artes que se destaca por seu estilo que incorpora técnicas variadas e experimentações em relação às formas, aos objetos e aos materiais utilizados. No seu currículo, dezenas de exposições e serviços prestados à cultura,  que têm lhe rendido grande reconhecimento pelo seu trabalho pautado nas raízes étnicas e culturais do ambiente em que está inserido, com atenção toda especial à chamada cultura tradicional.

O artista é mais conhecido pela sua atuação na decoração temática de festas populares em diversas cidades do interior pernambucano. É de Suedson a concepção de todo o arranjo decorativo do São João de Arcoverde, que é festa de referência no calendário cultural do Nordeste.

Não poderia ter sido melhor o período escolhido pelo artista Suedson Neiva para abrir sua exposição de artes plásticas. Nesta semana, Arcoverde receberá vários acontecimentos culturais relevantes, que certamente provocarão uma grande movimentação de pessoas ligadas às artes.

No dia da abertura da exposição, haverá o lançamento do livro e DVD do Poeta e Cantor Maciel Melo, que abrilhantará o aniversário de três anos da Livraria Lira Cultural. Este evento acontecerá no Coreto da Praça da Bandeira, espaço contíguo ao local da exposição “Formas e Croma”.

A Associação dos Artesãos de Arcoverde também estará lançando no mesmo local a nova coleção do Projeto “Porteira dos Bredos”, consistente em peças resultantes de pesquisa iconográfica que busca firmar a identidade do artesanato local, utilizando elementos da natureza e da cultura do Sertão do Moxotó.

A partir do dia 08, a exposição de Suedson se incorpora à programação da Maratona Cultural denomina Aldeia Olho D’Água dos Bredos, promovida pelo SESC, que segue até o dia 16 com vasta programação cultural.

A Exposição “Formas e Croma” é uma realização do Centro Integrado de Cultura e Arte – CINA e conta com o apoio do COCAR, da Prefeitura Municipal de Arcoverde e do SESC.

SERVIÇO:
Exposição “Formas e Croma” – Suedson Neiva
Praça da Bandeira, Arcoverde (PE),
Abertura dia 07/11 às 21h
Visitação de 08 a 16/11/2013, das 15h à meia-noite..

terça-feira, 29 de outubro de 2013

ARTE PERNAMBUCANA PERDE ZÉ MONTEIRO

Zé Monteiro e sua arte

Ontem (28/10), em Caruaru, faleceu o artista plástico Zé Monteiro. Nascido em Vila de Cimbres, Município de Pesqueira, em 16 de outubro de 1925, foi durante muitos anos motorista de caminhão até que, em 2004, depois de ter sido desenganado pelos médicos, recorreu à arte para se manter vivo. Com incentivo da família passou a pintar e confeccionar esculturas.

Zé Monteiro montou ateliê em Arcoverde e passou a produzir, principalmente esculturas em umburana, sendo nesta cidade onde teve a sua fase mais produtiva. Teve seus trabalhos expostos na Galeria Brasiliana em São Paulo; no Aeroporto do Recife; na abertura do Programa de Rolando Boldrin - SR BRASIL. Participou da FENEART, do São João de Arcoverde (cidade cenográfica), do Projeto Talentos da Maturidade pelo Banco Real e fez parte dos grupo da Casa do Artesão de Arcoverde.

Suas obras, originais e carregadas de expressões fortes que retratam o universo do artista, logo chamaram atenção dos apreciadores da arte. Seus trabalhos passaram a ser apresentados em exposições, primeiro em Pernambuco, e depois pelo Brasil afora e até no exterior.


Vários canais de mídia veicularam matérias sobre o artista, a exemplo do Diário de Pernambuco, Jornal do Comércio e a rede de TV SBT. A sua vida foi contada no curta-metragem O HOMEM QUE VENCEU CINCO MORTES, com a direção de Wilson Freire, filme que foi exibido em diversos festivais de cinema, tendo, inclusive, recebido prêmios.


Atualmente, Seu Zé Monteiro residia na casa de uma das filhas em Caruaru. No seu último aniversário foi homenageado com apresentação da Banda Dois Irmãos e João do Pife.


Não temos informações sobre o velório e sepultamento.


O COCAR solidariza-se com a família Monteiro nesse momento de despedida.

foto: acervo da família

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

FESTIVAL DO FREVO DA HUMANIDADE - MÚSICAS VENCEDORAS

Festival representa incentivo aos compositores de Frevo




Durante a segunda noite da finalíssima do I Festival do Frevo da Humanidade, neste sábado (26), foram revelados os nomes dos 15 compositores vencedores da competição.

Promovido pela Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Cultura, o concurso entregou R$ 128 mil em prêmios aos cinco vencedores de cada categoria – Frevo Canção, de Bloco e de Rua –, além do Melhor Arranjo e Melhor Intérprete. O resultado foi anunciado no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem.

Quem compareceu ao evento teve a oportunidade de conhecer frevos inéditos feitos por Roberto Cruz, Bráulio e Fátima de Castro, Dudu do Acordeon, J. Michiles, João Araújo, Ivanar Nunes, Josias Lima, Ricardo Andrade, César Michiles, Adriano do Accordeon, Waltinho D’Souza e Beto Hortis, dentre outros.

A comissão julgadora foi formada pelo maestro Zoca Madureira, o radialista Hugo Martins, a escritora Luzilá Gonçalves, o professor de Música da UFPE Sérgio Godoy e o músico Marcus Vinicius.

O representante de Arcoverde, Maestro Josias Lima, embora não tenha ficado entre os vencedores, representou muito bem a música carnavalesca do Sertão no Festival de Frevo. A sua canção Domingo de Carnaval foi defendida pelo músico Sérgio Coringa, que executou solo do sanfona acompanhado pela Orquestra de Frevo da Banda Sinfônica da Cidade do Recife. Vale ressaltar que a música do Maestro Josias ficou entre as 24 selecionadas num certame que contou com quase 400 inscrições.

Toda a cobertura do Festival do Frevo da Humanidade pode ser visualizada na página www.festivalfrevodahumanidade.com.br .


Confira abaixo a relação completa dos vencedores

Categoria Frevo Canção

1º lugar: Bráulio e Fátima de Castro, com Lá Vem a Ceroula
2º lugar: Dudu do Acordeon, com Baile Celestial
3º lugar: Getulio Cavalcanti, com Enquanto o Frevo Não Passa
4º lugar: Roberto Cruz, com Folia no Céu
5º lugar: J. Michiles, com Quebrando a Soleira

Categoria Frevo de Bloco

1º lugar: Amaro Samba – 5, com Bloco das Flores, Uma Declaração de Amor
2º lugar: Ricardo Andrade, com Perfume da Poesia
3º lugar: Getulio Cavalcanti, com A Luz da Purpurina
4º lugar: J. Michiles, com Pastoril
5º lugar: Samuel Valente, com Regresso de Sonho e Fantasia

Categoria Frevo de Rua

1º lugar: Beto Hortis, com Que Saudade Seu Domingos (Homenagem a Dominguinhos)
2º lugar: César Michiles, com Esse é o Tom
3º lugar: Henrique Albino, com Atravessando a Rua
4º lugar: Adriano do Accordion, com Pinzon no Frevo
5º lugar: Bruno Santos, com Vamos Ver

Melhor Arranjo

Henrique Albino, com Atravessando a Rua, composição própria

Melhor Intérprete

Dalva Torres, com Carta Para Romero Amorim, de João Araújo

sábado, 26 de outubro de 2013

MESTRA SEVERINA LOPES É PREMIADA PELO MINISTÉRIO DA CULTURA

Mestra Severina em homenagem prestada pelo COCAR



Dona Severina Lopes, líder do Samba de Coco das Irmãs Lopes, foi uma das contempladas com o Prêmio Culturas Populares – Edição 2013. Essa notícia é de grande importância para a Cultura de Arcoverde, que tem uma de suas figuras mais representativas reconhecida em concurso de âmbito nacional.

O Prêmio Culturas Populares foi instituído pela Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural (SID/MinC) no ano de 2007, como forma de reconhecer a atuação exemplar de Mestres e de Grupos/Comunidades praticantes de expressões das culturas populares brasileiras, fortalecendo as expressões ao mesmo tempo em que identifica, valoriza e dá visibilidade às atividades culturais protagonizadas por Mestres e Grupos/Comunidades com ênfases na estratégia de preservação de suas identidades culturais.

O Prêmio já teve quatro edições, e nesta distribuiu o montante de R$ 5 milhões a 170 mestres, 170 grupos e a outras dez mestres in Memorian. Cada um dos selecionados vai receber R$ 10 mil como uma forma de reconhecimento da sua contribuição à cultura brasileira.

A artista de Arcoverde, única contemplada no Sertão de Pernambuco, tem como peculiaridade ser descendente da família que foi responsável pela introdução do Samba de Coco na cidade e pela sua difusão por todo o Estado. A "Dinastia dos Lopes" teve como maior expoente Ivo, irmão de Dona Severina, personagem que foi o maior incentivador da tradição do Samba de Coco na Terra do Cardeal. Ivo Lopes foi o organizador da antológica Caravana, que, nos anos 60 e 70 do século passado, destacou-se como relevante força da cultural regional.

Certamente vitória de Dona Severina Lopes no Prêmio Culturas Populares, que contempla uma vasta gama de personalidades e grupos da cultura nacional, representa motivo de grande orgulho para todos os arcoverdenses, sendo um reconhecimento de que a Mestra é descendente dos que aqui chegaram com o Samba de Coco e que tem atuado com grande esforço para manter essa herança cultural.

foto: Amannda Oliveira

terça-feira, 22 de outubro de 2013

ARCOVERDE RECEBE OFICINA DE ECONOMIA CRIATIVA


No próximo dia 23 (quarta-feira), acontecerá na Associação Comercial e Empresarial de Arcoverde a oficina de divulgação do Prêmio da Economia Criativa de Pernambuco, lançado no dia 1º de outubro com inscrições abertas até o dia 14/11.

O edital visa selecionar e expor os melhores produtos criativos do Estado em vitrines instaladas em centros culturais e mercados, como também em um portal na Web, no formato e-commerce. A iniciativa é da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (SDEC).

Para participar basta comparecer ao local e efetuar a inscrição, que é gratuita.

Os setores/atividades da Economia Criativa contemplados no Edital são:

a)Patrimônio cultural: gastronomia regional, incluindo bebidas;

b)Audiovisual: produtos integrantes da cadeia do áudio visual (jogos digitais, multimídia, cine-vídeo-animação);

c) Design: produtos de moda, acessórios, utilitários, joias e semijoias;

d)Música: CDs de autoria individual ou coletâneas de autores e ritmos pernambucanos.


SERVIÇO:
O QUE: Oficina de divulgação do Prêmio da Economia Criativa de Pernambuco
QUANDO: 23/10/2013 (quarta-feira) no horário de 16:00 às 18:00h
ONDE: Associação Comercial de Arcoverde – ACA, situada à Av. Cel. Antônio Japiassu, 590 – Centro

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

O SOM DA SANFONA TOMA CONTA DE ARCOVERDE A PARTIR DE AMANHÃ



Com promoção do SESC, inicia amanhã (10) e segue até sábado (12) uma intensa programação cultural que tem como foco a sanfona. Nesses três dias, várias atrações irão se apresentar em diversos pontos da cidade.

Oficinas, mesas redondas, rodas de sanfona, cortejo e concertos ocuparão as ruas, bares e as dependências do SESC, incluindo o Teatro Geraldo Barros. O festival de sanfona este ano homenageia o Mestre Dominguinhos, falecido em julho passado, e tem como título SOTAQUES DE FOLE – SANFONAS PARA DOMINGUINHOS.

Além dos artistas locais, estarão participando os músicos Terezinha do Acordeon, Beto Hortis e Cezzinha, este já comparece ao evento desde a sua primeira edição em 2011 e é considerado discípulo de Dominguinhos.

Todos os eventos são gratuitos, com a ressalva de que o Teatro Geraldo Barros tem capacidade limitada a 150 pessoas, sendo necessário pegar o ingresso com antecedência.

Mais informações: (87) 3821-0864

A PROGRAMAÇÃO:

Quinta-feira – Dia 10 de outubro

9h -Oficina com Beto Hortis.
Local: SESC ARCOVERDE

17h – Cortejo “Sanfonas para Dominguinhos”
Local: Verdes Arcos, Matriz, Senadinho em caminhada para o SESC.

20h – Concerto com Terezinha do Acordeon
Local – Teatro Geraldo Barros

22h – Sanfonas para Dominguinhos Local – Tom Chopim

Sexta-feira – Dia 11 de outubro

09h- “Fole de Feira” – Circuito de Sanfonas.
Local – CECORA (Bar de Heleno)

15h – “Conversa de pé de rede com a sanfona”. Com mediação de Sônia Guimarães para Terezinha do Acordeon , Cezzinha e Beto Hortis.
Local – SESC ARCOVERDE

20h – Concerto com Beto Hortis
Local – Teatro Geraldo Barros

22h – Sanfonas para Dominguinhos
Local :Alto do Cruzeiro.

Sábado – Dia 12 de outubro (Feriado)

09h - Oficina com Beto Hortis.
Local: SESC ARCOVERDE

15h - Conversa de Sanfoneiro mediação Terezinha do Acordeon. “Sanfona não toca só forró”- Com Cezzinha, e Beto Hortis
Local – Cachaçaria Riacho do Mel

20h – Concerto com Cezzinha.
Local – Teatro Geraldo Barros

22h – Sanfonas para Dominguinhos
Local – Fim do Mundo Bar.

terça-feira, 8 de outubro de 2013

PROGRAMAÇÃO DE JAZZ E BLUES EM ARCOVERDE


Próximo sábado (12/10), o Veleiro Bar abrirá as portas para os amantes do Jazz e do Blues. A principal atração da noite é saxofonista, pianista e vocalista. Um dos grandes nomes do blues em todo o mundo, na atualidade, conforme atesta a crítica especializada.

Atiba Taylor tem uma vasta bagagem musical que remonta desde os anos 70 na Howard University de Washington DC, com Bacharelado em Educação em Música.

Em sua apresentações pela Europa tocou ao lado de nomes como: Wynton Marsalis, Wood Shaw, Waymon Tisdale, Webster Young, Archie Shepp e Bobby McFerrin.

Desde então tem viajado por vários lugares compartilhando sua grande musicalidade, pois além de sax e vocal também é pianista.

No Brasil vale destacar o trabalho com o Brazilian Jazz Quartet ao lado de grandes feras, entre eles o baterista Carlos Bala.

Em Pernambuco o músico já se apresentou em Caruaru, Recife e, em 2013, no Garanhuns Jazz Festival.

Também se apresentará na noite jazzística o músico caruaruense Joanatan Richard, que tem um trabalho consistente nos estilos rock-in-roll, jazz e blues e é líder do grupo The Bluz, que esteve em 2010 em Arcoverde participando do Arco Jazz Festival, encontro musical promovido por Gaudêncio Vilela.

Mais informações pelos fones: (87) 3822-1677 / 9631-6050 / 9145-8210

domingo, 29 de setembro de 2013

LANÇAMENTO DO LIVRO CINE BANDEIRANTE, HISTÓRIAS QUE O VENTO NÃO LEVOU


 
mais uma obra sobre o lendário Cinema Bandeirante

No dia 25/09 foi lançada em Arcoverde mais uma obra sobre saudoso Cinema Bandeirante. Trata-se do livro Cine Bandeirante – Histórias que o vento não levou, de autoria de Fernando Figueiredo. O evento realizou-se no Hotel Cruzeiro e teve caráter beneficente em prol da compra de um gerador de energia elétrica para o Centro de Reabilitação Mens Sana da Fundação Terra. No jantar de lançamento foram vendidos cerca de duzentos livros doados pelo autor para a Fundação Terra.

No início da noite cultural-beneficente, o Sr. José Airon (Diretor do Grupo Cruzeiro) deu boas vindas aos presentes e passou a palavra para o Padre Airton Freire (Presidente da Fundação Terra), que proferiu bela palestra. Em seguida, iniciou-se a sessão de autógrafos.

O COCAR se fez presente na pessoa de seu Presidente, Draiton Moraes.

Os organizadores estão de parabéns pela excelente iniciativa de realizar esse importante evento cultural em favor de uma causa de grande relevância social.

Vejam fotos da noite
Pe Airton e o Sr José Airon

sessão de autógrafos
Wellington Araújo, Madalena Britto, Fernando Figueiredo, Suzana Almeida e Draiton Moraes

o jantar
  

Elac Amaral e BrunoMorais

Fernando Figueiredo e a família do Sr José Airon

sessão de autógrafos
 fotos e colaboração: Suzana Almeida


segunda-feira, 2 de setembro de 2013

TEMPORADA DE DANÇA NO TEATRO GERALDO BARROS

Cia de Dança do Teatro Alberto Maranhão (Natal)




O SESC Arcoverde realiza neste mês de setembro, a primeira Temporada de Dança do Teatro Geraldo Barros - coreografias, espetáculos, solos, duos, intervenções. A produção local estará reunida no Projeto Corpos Coletivos, com coreografias assinadas pelos intérpretes - criadores locais. 

Os solos são dançados por Adriano Paiva, com "Híbrido", Ana Paula Arcoverde, com "Para os braços, até aqui...", Clécia Silva com dança "MEDO", Débora Freitas, com "O Sorriso de Ismália", Rogério Xavier, com "(IN) Sônia"; nas coreografias duo, Givaldo Silva e Joana Carolina dançam "Cenário da Dor" e Nilton Oliveira e Isabelly Torres dançam "O MIstério da Criação"; em grupo, o Núcleo de Pesquisa em Dança do SESC Arcoverde apresenta a coreografia "Ne Me Quitte Pas - em ti minha segunda pele" e Heide Herbert, Ana Paula Leandro, Juliana Zuppardo e Daniel Magno dançam "Expressividade Sonora". O Projeto Corpos Coletivos estará em cartaz aos sábados, 07, 14, 21 e 28. Ao final das apresentações, o Núcleo de Pesquisa em Dança realiza também a intervenção interativa "Entrelinhas".

Além da produção local, a Temporada receberá no dia a participação da Cia. de Danças do SESC Petrolina, com o espetáculo "Fuá na Casa de Zé Mané", com direção e coreografia de Jailson Silva. O espetáculo comemora neste ano, 10 anos de existência, e a Cia. de Dança do Teatro Alberto Maranhão, que vem de turnê internacional com o espetáculo "Rio Cor de Rosa", e que agora circula diversos estados brasileiros pelo Prêmio Klauss Vianna, da FUNARTE, um dos mais expressivos para esta linguagem no cenário nacional. 

O espetáculo Rio Cor de Rosa propõe uma reflexão sobre o Universo do Sonho - seus elementos simbólicos e enigmáticos - como exercício para enfrentar a realidade, trazendo para cena, a materialização dos sonhos em sua função de extravasar desejos, que se encontram reprimidos no inconsciente. A direção Artística é de Wanie Rose e a concepção e direção coreográfica de Clébio Oliveira. O grupo também oferecerá oficinas para atores e dançarinos no dia 16, com inscrições gratuitas. Rio Cor de Rosa será apresentado no dia 15 e Fuá na Casa de Zé Mané, no dia 22 de setembro.

A temporada se encerra com a performance de Dança-Teatro "Sertão dos Urubus", criação e direção de Alex Leite, pela Cia. de Teatro "Nóis Pindura Mas Não Cai", no dia 29 de setembro.

Toda a programação acontece aos sábados e domingos, 07, 14, 15, 21, 22, 28 e 29 de setembro, no Teatro Geraldo Barros, pontualmente às 20h, e os ingressos custam R$6,00 inteira e R$3,00 meia, para comerciários e dependentes, estudantes com carteira, professores munidos de comprovação e idosos.

PROGRAMAÇÃO:

07.09 - Projeto Corpos Coletivos, artistas independentes e Núcleo de Pesquisa em                    Dança do SESC Arcoverde.

14.09 - Projeto Corpos Coletivos, artistas independentes e Núcleo de Pesquisa em Dança do SESC Arcoverde.

15.09 - Rio Cor de Rosa, Cia de Dança do Teatro Alberto Maranhão

21.09 - Projeto Corpos Coletivos, artistas independentes e Núcleo de Pesquisa em Dança do SESC Arcoverde.

22.09 - Fuá na Casa de Zé Mané, Cia de Danças do SESC Petrolina

28.09 - Projeto Corpos Coletivos, artistas independentes e Núcleo de Pesquisa em Dança do SESC Arcoverde.

29.09 - Sertão dos Urubus, Cia de Teatro Nóis Pindura Mas Não Cai

FONTE E FOTO: SESC ARCOVERDE