teste

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

SANFONEIRO NEGO DE ADÉLIA SE APRESENTA NESTA SEXTA NO FESTIVAL ARCOVERDE CULTURA E ARTE

 Nego de Adélia se apresentando na Feira em Arcoverde

Nesta sexta-feira (28/02) sobe ao palco do Festival Arcoverde Cultura e Arte o sanfoneiro de oito baixos Nego de Adélia. A apresentação do artista foi viabilizada mediante parceria entre a Associação Comercial de Arcoverde, realizadora do evento, e o COCAR - Coletivo Cultural de Arcoverde, que, desde o ano passado patrocina uma atração da cultura local para abrilhatar o Festival, que representa uma continuação da antiga Festa do Comércio.

Nego de Adélia é natural do Distrito de Caraíbas e atualmente, além do trabalho solo, integra o Reisado Encantado, tocando sanfona. A escolha desse artista deu-se pela necessidade de se dar ampla divulgação ao seu trabalho, posto que é o único que executa a sanfona de oito baixos no Município de Arcoverde.

Sem herdeiros musicais, Nego espera que suas apresentações incentivem os novos a se interessarem pelo instrumento que abraçou, de forma que a arte da sanfona de oito baixos não seja extinta do cenário cultural nordestino.

Na sexta-feira as apresentações musicais acontecem na Praça da Bandeira, a partir das 21 horas, onde também estarão presentes o grupo arcoverdense Os Pariceiros e o cantor Geraldinho Lins.


JOÃO SILVA É AGRACIADO COM O TÍTULO DE PATRIMÔNIO VIVO DA CULTURA PERNAMBUCANA

 João Silva em homenagem feita pelo COCAR durante evento em Arcoverde

O arcoverdense João Leocádio da Silva foi um dos agraciados no VIII Concurso Público de Registro do Patimônio Vivo do Estado , promovido pelo Governo de Pernambuco, através da Fundarpe e da Secretaria de Cultura. Foram também contemplados no mesmo pleito o sanfoneiro Arlindo dos Oito Baixos e a Associação Musical Euterpina de Timbaúba.

A indicação de João Silva foi promovida pelo COCAR - Coletivo Cultural de Arcoverde, que em 25/10/2012, encaminhou a solicitação de sua inscrição com a seguinte justificativa:

"JOÃO SILVA – COMPOSITOR E PRODUTOR CULTURAL COM ATUAÇÃO NA ÁREA MUSICAL DO NOSSO ESTADO DESDE OS ANOS 60. SERTANEJO DE ARCOVERDE, HONRA O NOME DE PERNAMBUCO E A NOSSA CULTURA ONDE COMPÔS MUSICAS GRAVADAS POR PELO SAUDOSO LUIZ GONZAGA, SENDO O SEU MAIS CONSTANTE PARCEIRO DESDE 1964 ATÉ DEPOIS DA SUA MORTE.

JOÃO SILVA TEM MAIS DE MIL MÚSICAS GRAVADAS POR VÁRIOS ARTISTAS. TAIS COMO: PRÁ NÃO MORRER DE TRISTEZA, PAGODE RUSSO, DANADO DE BOM, DE FI A PAVI, FORRÓ DE CABO A RABO, NEM SE DESPEDIU DE MIM, SANFONINHA CHORADEIRA, DEIXA A TANGA VOAR E TANTAS OUTRAS QUE VEM SENDO EXECUTADAS EM TODO BRASIL.

NADA MAIS JUSTO QUE, NO CENTENÁRIO DO REI DO BAIÃO, O RPV-PE AGRACIE AQUELE QUE É O COMPOSITOR MAIS CONSTANTE NA CARREIRA DE GONZAGÃO E QUE PARTICIPOU INTENSAMENTE DA PRODUÇÃO DOS SEUS ÚLTIMOS TRABALHOS."

O mestre João Silva, natural do distrito das Caraíbas, iniciou-se musicalmente em Arcoverde, de onde migrou para o Sudeste e ali construiu uma exitosa carreira, que o coloca como um dos compositores brasileiros mais gravados. Para se ter uma idéia, a sua canção "Prá não Morrer de Tristeza", conhecida como o hino da boemia brasileira, é um hit que recebeu inúmeras gravações, desde artistas da região até o festejado Nei Matogrosso. Mas o maior mérito de Seu João é ser o compositor mais gravado pelo Rei do Baião.

João Silva, inclusive, neste ano foi agraciado pela Câmara de Vereadores de Arcoverde com a Medalha de Honra ao Mérito Cardeal Arcoverde, pelo valor que representa para a cultura da nossa cidade.
O Concurso do Patrimônio Vivo elege anualmente três nomes que contribuíram há mais de 20 anos para o fortalecimento da cultura pernambucana, garantindo-lhes uma pensão vitalícia mensal de R$ 750, para pessoas físicas, e R$ 1,5 mil, para grupos. 

A comunidade cultural arcoverdense sente-se lisongeada com a vitória obtida por João Silva, mas também alegra-se por ter tido outra concorrente com muitos méritos que foi habilitada na primeira fase do concurso. Não seria uma injustiça se o prêmio tivesse sido concedido a Dona Severina Lopes, líder do Samba de Coco das Irmãs Lopes e herdeira daqueles que um dia trouxeram essa manifestação cultural para Arcoverde.

Parabéns ao Mestre João Silva, salve a cultura de Arcoverde!!!



EM ARCOVERDE A ÚLTIMA FESTA PRA GONZAGÃO EM 2012


quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

CARROÇADA NATALINA OCORRERÁ NESTE SÁBADO


Tonino Arcoverde e Paulinho Leite gravarão novo trabalho ao vivo durante a Carroçada
 
A 18.ª edição da Carroçada Natalina da Rua do Urubu ocorrerá sábado, dia 22/12, a partir da 16h, e contará com a participação de vários artistas de Arcoverde. Esse evento é um dos principais acontecimentos do calendário festivo de nossa cidade e se caracteriza pelo desfile de carroças puxadas, não por cães (como nos trenós), mas por jumentos, seguidos por animados populares entoando canções natalinas ao som da sanfona.

Como ocorre todos os anos, é esperada uma presença massiva de pessoas residentes e do público que vem a Arcoverde para o período das festas. A Carroçada Natalina foi idealizada por Tonino Arcoverde e amigos, e tinha como madrinha a sua falecida mãe, Dona Pretinha, que nos deixou em 2009, aos 91 anos.

Este ano, a festa conta com um atrativo especial. É a gravação ao vivo da apresentação de Tonino e Paulinho Leite, que lançam em primeira mão o trabalho “Muira-Ubi, Cantilenas em Dueto”. É grande a expectativa para conhecer o fruto de mais uma parceria entre estes dois grandes artistas arcoverdenses.

O desfile da Carroçada, com saída prevista para as 17h, contará nesta edição com a presença dos brincantes do Boi Cafuné, comandado pelo carnavalesco Jimmy Web, que trará para o evento uma das mais autênticas manifestações de nossa cultura tradicional: os bois de carnaval.

As demais atrações já estão confirmadas e subirão ao palco na seguinte ordem: Grupo Roda 4, Reisado Encantado das Caraíbas, Leandro Vaz e Noé Lira, Coco Raízes de Arcoverde, Cafofo, Wagner Carvalho e Os Pariceiros.

A Carroçada se constitui em uma das mais tradicionais manifestações do ciclo natalino em Arcoverde e conta com o apoio do COCAR.

domingo, 16 de dezembro de 2012

EM ARCOVERDE, REI DO BAIÃO RECEBE BELA HOMENAGEM

Alana e Zezinho interpretando Ave Maria Sertaneja (coletivo fora do eixo)
 
Sábado (13/12), data em que foi comemorado o aniversário do seu nascimento, a alma de Luiz Gonzaga estava presente na Praça da Bandeira: xote, xaxado, baião, samba de coco, aboio, poesia, viola, sanfona, batuque, belas imagens e muita alegria marcaram a festa que foi realizada pelo Coletivo Cultural de Arcoverde - COCAR, em parceria com a Fundação Terra.

Viu-se na praça várias gerações se encontrando para celebrar este momento marcante para a cultura nacional, numa demonstração de que os arcoverdenses, independentemente da idade, orgulham-se de ter Gonzagão como seu conterrâneo - ele recebeu o título em 18/08/1975 - e admiram o seu legado cultural.


Foi montada no local uma exposição da discografia gonzagueana, pertencente ao colecionador Hélio Neves, a qual conta com dezenas de long plays, representativos das várias fases da carreira do Rei do Baião. O ambiente foi ornamentado com quadros produzidos pelos alunos da Escola Carlos Rios, que acompanhados da educadora Selma Amaral, apresentaram também números de dança e declamações de cordel.

Um momento marcante para o evento ocorreu às 18 horas, quando foi interpretada a canção Ave Maria Sertaneja pela cantora Alana, acompanhada da luxuosa sanfona de seu pai, Zezinho do Acordeon.

A seguir, subiram ao palco os representantes culturais da Fundação Terra, nessa ordem: Samba de Coco Malhada, No Toque da Lata e Grupo Musical, os quais interpretaram com empolgação canções do repertório de Gonzagão.

A partir de então, revesaram-se no palco os artistas: Louro Aboiador, Jailson e Veranez (aboiadores); Lídio e Lafaiete Vaz (repentistas); George Pariceiro, Cição e Luiz Lopes (cantores); Grupo Roda 4; Sergio Curinga e alunos da Escola de Música Roberto Moraes e os sanfoneiros  Valdeci Vicente, Zé Márcio, Paulinho e Pedrinho do Forró, Giovani do Acordeon, Inácio Pé de Gréa, Lacerda e Nego de Adélia e as declamadoras Edilza Vasconcelos (que atuou como mestre de cerimônia) e Daniela.

Registre-se também a participação dos Contadores de História que, além de atuarem no palco, deram importante contribuição na produção do evento, desde a concepção até a decoração do ambiente, a qual contou ainda com o apoio do Centro Integrado de Cultura e Arte - CINA, sob o comando do artista plástico Suedson Neiva.

A homenagem foi coroada com a presença de todos os artistas no palco para entoar o "Parabéns pra Luiz", seguido do corte do bolo pelo colecionador Hélio Neves e a distribuição de fatias aos presentes.

A cobertura do evento coube ao Coletivo Fora do Eixo, que enviou integrantes da Capital, para fazer os registros fotográficos e de vídeo, além de inserções de momentos da festa na internet (http://www.facebook.com/ForaDoEixoPernambuco).

De fato, na passagem do centenário de nascimento do Rei do Baião, Arcoverde fez uma das mais belas festas do Estado de Pernambuco, retribuindo ao homenageado todo o carinho que este reservou ao povo nordestino em sua vida, em sua obra.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

CULTURA LIVRE NAS FEIRAS EM ARCOVERDE, ÚLTIMO EVENTO DE 2012

Leandro Vaz abrirá programação do Cultura nas Feiras
 
Amanhã o Projeto Cultura Livre nas Feiras realiza a última edição de 2012. O evento será na Feira do Centro Comercial de Arcoverde - CECORA, a partir das 07:30h. São quatro as atrações deste sábado, 15/12. Leandro Vaz abrirá as apresentações mostrando um repertório autoral, em que, ao belo som da viola, explora a temática regional.

A atração seguinte é o sanfoneiro Sérgio Curinga, professor da Escola de Sanfona da ONG Casa Jonas Moraes. O músico pretende apresentar repertório homenageando o Rei do Baião. Kleber Araújo fará participação especial nesse momento.

Para quem quer relembrar o excelente Grupo Caras e Bocas, que teve grande sucesso na Região na década de 90, vale a pena conferir a participação de Luiz Henrique (vocalista da banda), que promete levar ao público o melhor da MPB.

O evento será encerrado pelo grupo No Toque da Lata, liderado pelo percussionista Wellington Santos, que faz um belo trabalho musical utilizando instrumentos de material reciclado, com estudantes da Escola da Fundação Terra.

O Cultura Livre nas Feiras é realizado pela Fundarpe e tem como objetivo proporcionar atividades culturais aos feirantes e ao público que frequenta as feiras em todo o Estado de Pernambuco. O projeto conta em Arcoverde com apoio do COCAR - Coletivo Cultural de Arcoverde e da Prefeitura Municipal.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

CENTENÁRIO DE GONZAGÃO, FESTIVIDADES EM ARCOVERDE



Nesta quinta-feira, 13/12, Arcoverde renderá homenagens a Luiz Gonzaga, Rei do Baião. O evento está sendo organizado pelo COCAR – Coletivo Cultural de Arcoverde, em parceria com a Fundação Terra.

A festa será realizada na Praça da Bandeira, iniciando-se a partir das 17h com saudação da poetiza Edilza Vasconcelos, que abrirá o espaço para um grupo de alunos da Escola Carlos Rios, que apresentarão números de dança e poesia, os quais integraram projeto que os estudantes desenvolveram durante o ano letivo, cujo motivo foi a vida de Gonzagão.

Às 18h, será apresentada pelo sanfoneiro Zezinho e sua filha Alana a música Ave Maria Sertaneja, que foi eternizada na voz do Mestre Lua. Logo depois, será exibido um documentário abordando a saga do homenageado.

A seguir, entram em cena os grupos culturais da Fundação Terra: Samba de Coco Malhada, No Toque da Lata e Grupo Musical.

A partir de então, começam a se revezar no palco sanfoneiros, aboiadores, declamadores, violeiros, cordelistas, todos fazendo apresentações abordando a temática gonzagueana.

Por volta das 21h, todos os presentes irão se reunir para entoar o “parabéns pra Luiz”, acompanhado dos sanfoneiros. A incumbência de cortar o bolo de aniversário será do músico Fubica, que atuou acompanhando o Rei do Baião em turnês pelo Nordeste.

Destaque-se a participação do excelente grupo “Contadores de História”, que tem feito um belo trabalho cultural na Escola Monselhor José Kerle, nos campos do incentivo à leitura, poesia e música.

A Secretaria de Cultura de Tupanatinga marcará presença, presenteando Arcoverde com a apresentação de um grupo de artistas daquela cidade.

Outra entidade que também participará das homenagens é a ONG Casa Jonas Moraes, que enviará um grupo de alunos da Escola de Sanfona, comandados pelo Professor Sérgio Curinga.

Estão confirmados os sanfoneiros Inácio Pé de Gréa, Felipe, Lacerda, Nego de Adélia, José Márcio, Valdeci Vicente, Paulinho do Acordeon; os aboiadores Jailson, Veranez e Louro; os repentistas Lídio e Lamartine Vaz; os cantores Cição e Leandro Vaz, além dos poetas Rominho Cristino e Jaelson Gomes.

A decoração da Praça da Bandeira está sendo preparada pelo CINA – Centro Integrado de Cultura e Arte, capitaneado pelo artista plástico Suedson Neiva.O local receberá exposição da discografia de Gonzagão, fornecida pelo colecionador Hélio Neves, além de obras preparadas pelos estudantes para homenageá-lo.

A festa é apoiada pela Prefeitura de Arcoverde, Diimagem, Fábio Santos Propaganda, Inforshop, Vereador Luciano Pacheco e Tom Chopim.
 
O projeto recebe a assessoria do Coletivo Fora do Eixo, que enviará representantes a Arcoverde para viabilizar a cobertura do evento, o qual terá transmissão em tempo real pela internet.

DOCUMENTÁRIO "TADEU LINO, EM SEU TEMPO" - LANÇAMENTO EM ARCOVERDE


O filme "Tadeu Lino - em seu tempo", que concorreu no 14º FestCine – Festival de Vídeo de Pernambuco, será lançado  em Arcoverde, nesta sexta (14/12), às 20h no Teatro Geraldo Barros (Sesc Arcoverde).

O documentário mostra o agricultor e artesão Tadeu Lino, morador do Sítio Apolinário na cidade de Triunfo, Sertão do Pajeú Pernambucano. Com pouca visibilidade, Tadeu desenvolve seu trabalho com ênfase na oralidade, apresentando seu tempo e espaço, cultivando os valores e o sentimento de pertencimento, ao longo de sua vida. O documentário é dirigido pelo artista Rodolfo Araújo e é uma realização da produtora arcoverdense "Abra-ce Filmes" em parceria com o Sesc Pernambuco.

Triunfo recebe duas exibições: dia 18/12 no Sítio Apolinário e dia 19/12 no Cine Teatro Guarany, integrando a programação do "Natal Triunfo 2012 - Flores para o divino" promovido pelo Sesc Pernambuco em parceria com o Sebrae e a Prefeitura de Triunfo.

A ficha técnica é composta por:
produção: Aurilene Oliveira e Rodolfo Araújo
câmeras: Cleide Sá e Maycon Jonathan
identidade visual "Tadeu Lino": Marici (ASCOM)
roteiro, fotografia, programação visual, montagem, edição e finalização: Rodolfo Araújo
som direto: Maycon Jonathan
motoristas: Nilton Nunes e Renato Luiz
direção: Rodolfo Araújo

Serviço:

Lançamento do filme "Tadeu Lino - em seu tempo"
Duração: 16 minutos
Classificação: Livre
Dia 14 de dezembro, às 20h
Teatro Geraldo Barros (Sesc Arcoverde, Avenida Capitão Arlindo Pacheco, 364, Centro)
Entrada gratuita

fonte: Rodolfo Araújo

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

SESC ABRE SELEÇÃO PÚBLICA PARA CONTRATAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS

 
Estão abertas inscrições para Seleção Pública de pessoas que desejem trabalhar no SESC.
 
Recife, São Lourenço da Mata, Jaboatão dos Guararapes, Surubim, Caruaru, Belo Jardim, Goiana, Garanhuns, Pesqueira, Arcoverde, Buique, Triunfo, Bodocó, Araripina e Petrolina são as cidade onde irão atuar os selecionados.

A seleção abrange todas as áreas, funções e setores do SESC e na área cultural são oferecidas vagas para iluminador, operador de som, cenotécnico, professore e instrutore de artes/teatro, dança, música, artes plásticas, literatura, cinema e operador de estúdio de gravação.

As provas serão realizadas em janeiro e as contratações devem ocorrem em março do próximo ano.
 
As informações para inscrição estão disponíveis em: www.sescpe.com.br

fonte: SESC PE

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

CENTENÁRIO DO REI DO BAIÃO É COMEMORADO EM ARCOVERDE


 Luiz Gonzaga, o Rei do Baião

No dia 13 de dezembro de 2012, todo o país estará prestando homenagem àquele que foi um dos mais importantes artistas da nossa cultura. Reverencia-se Luiz Gonzaga – o Rei do Baião – na data que marca um século do seu nascimento.

A cidade de Arcoverde tem motivos para não deixar esse momento passar em branco. Gonzagão, nos anos setenta, foi agraciado com o título de Cidadão Arcoverdense, não por acaso. Aqui ele fez muitas paradas nas passagens pela rodovia que hoje recebe o seu nome. Foram várias as apresentações nessa terra, onde interagiu intensamente com os artistas arcoverdenses. Em um encontro com Sebastião Caranguejo (cantor da OARA), chegou a afirmar que Arcoverde não precisava trazer o Rei do Baião para animar as suas festas, posto que aqui havia artistas valorosos.

Um desses artistas, tempos depois, veio a se tornar o compositor mais presente na vida de Luiz Gonzaga. João Silva, arcoverdense do Distrito de Caraíbas, foi o seu grande parceiro, em sucessos memoráveis como Pagode Russo, Nem se Despediu de Mim, Deixa a Tanga Voar, dentre os quase cem sucessos da dupla.

Gonzaga gravou, pelo menos, três músicas falando da Terra do Cardeal: "De Juazeiro a Crato" (Julinho do Acordeon – Luiz Gonzaga), "Sanfoneiro Zé Tatu" (Onildo Almeida) e "Arcoverde Meu" (Luiz Gonzaga e João Silva). 

Esses fatos demonstram que Arcoverde é um lugar pelo qual o Rei do Baião tinha grande apreço e que serviu como referência na geografia da matriz musical gonzagueana. 

Por tudo isso, o povo de Arcoverde irá render suas homenagens ao "Pernambucano do Século", neste dia 13 de dezembro de 2012, data em que faria cem anos, com uma programação que envolve exposição da sua obra, apresentações de estudantes, aboiadores, poetas e grande rosa de sanfona.

Também será cantado o "parabéns para o Rei", com acompanhamento de sanfonas, momento em que será cortado o bolo do Centenário de Gonzagão.

O evento ocorrerá na praça da Bandeira, a partir das 17 horas e é uma realização do COCAR - Coletivo Cultural de Arcoverde em parceria com a Fundação Terra.