teste

quarta-feira, 20 de junho de 2012

CAMINHADA DO FORRÓ, TÁ CHEGANDO...


SESC ARCOVERDE REALIZA MOSTRA DE QUADRILHAS JUNINAS


Vejam a programação da I MOSTRA DE QUADRILHAS JUNINAS que ocorrerá no SESC Arcoverde.

Dia 20/06/2012


20:00 - Grupo Novo Horizonte - (Terceira Idade do SESC Arcoverde)
20:40 - Os Fuzarqueiros - Pedra
21:20 -  Quadrilha Junina Chapéu de Couro - Venturosa22:00 -  Rabo de Saia - Pesqueira
22:40 - Costadrilha - Afogados da Ingazeira

23:20 -  Balançadrilha - Belo Jardim



Dia 21/06/2012


20:00 - Grupo Novo Horizonte - (Terceira Idade do SESC Arcoverde)
20:40 - Flor de Chita - Tupanatinga
21:20 -  Arrastapé do Bacurau - venturosa22:00 -  Flor do Lírio - Garanhuns
22:40 -  Rei do Cangaço – Serra Talhada 


colaboração: Jéssica Mendes

segunda-feira, 18 de junho de 2012

PONTO DE CULTURA ORQUESTRA SERTÃO: PROGRAMAÇÃO JUNINA


CECORA RECEBERÁ GRANDIOSA PROGRAMAÇÃO NA VÉSPERA DE SÃO JOÃO



A Secretaria de Cultura/Fundarpe não poderiam ter escolhido dia melhor para realizar a terceira edição do Projeto Cultura Livre nas Feiras em Arcoverde. O evento irá acontecer no sábado, véspera de São João e vai espalhar o clima de festa junina no Centro Comercial de Arcoverde – CECORA, onde se localiza a principal feira da cidade.

Como enfatizou Alexandre Sena, coordenador do projeto, a programação é totalmente voltada para os festejos de Junho e contará com atrações da terra vinculadas ao forró e a quadrilha.

Manguaça, radialista e animador cultural muito popular na região, será o mestre de cerimônias da festa, e com sua simpatia e irreverência fará a integração entre o público, composto por populares e feirantes, e os artistas.

A abertura das apresentações será feita pela Quadrilha de Pernas de Pau Mulambembes do Bairro da Boa Vista, que promete muitas cores e animação.

Depois, sobe ao palco o sanfoneiro que é cara das festas juninas em Arcoverde. Fernando Mamede será acompanhado pelo grupo Cintura de Pilão.

A terceira atração é o sanfoneiro Nego de Adélia, único a tocar o fole de oito baixos no Município. Nego é natural das Caraíbas e já foi um dos integrantes do Reisado Encantado.

Para fechar o Cultura nas Feiras, apresenta-se a Banda Alegria do Forró e Zezito Santos, que já anunciou uma grande homenagem a Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.

A partir desse momento, as atenções se voltarão para o Bar de Heleno, onde ocorrerá o VII Forró na Feira, que é organizado pelo sanfoneiro Carlos Lacerda. De lá, por volta das 16h, sairá a Caminhada do Forró, cortejo junino que percorrerá as principais ruas do centro da cidade.

A iniciativa é uma realização do Governo do Estado, através da Secult/Fundarpe, e conta em Arcoverde com apoio da Prefeitura Municipal e do COCAR - Coletivo Cultural de Arcoverde.

Serviço
Projeto Cultura Livre nas Feiras
Arcoverde, Feira do CECORA
Dia 23/06 (sábado), a partir das 08:00h

Programação:

08:00h Quadrilha de Pernas de Pau Mulambembes
09:00h Fernando Mamede e Grupo Cintura de Pilão
10:00h Nego de Adélia e seus Oito Baixos de Ouro
11:00h Banda Alegria do Forró e Zezito Santos

sábado, 16 de junho de 2012

CAMINHADA DO FORRÓ DE ARCOVERDE DIVULGA ATRAÇÃO ESPECIAL

 Zé Bicudo e Paula Forrozeira

Para alegria dos forrozeiros de Arcoverde, foi confirmada hoje mais uma atração para a II Caminhada do Forró. Zé Bicudo e Paula Forrozeira farão o encerramento do evento em momento de grande louvação ao Rei do Baião, Luiz Gonzaga, com quem, inclusive, Zé Bicudo teve a oportunidade de tocar. 

A nossa atração nasceu em Caruaru em 1950, tendo por nome de batismo José da Silva. Filho de violonista, Zé Bicudo tocava percussão desde pequeno com o pai, mas apaixonou-se pela sanfona e começou sua trajetória de sanfoneiro aos doze anos de idade, mostrando-se hoje como um dos melhores sanfoneiros do Nordeste. O artista já dividiu o palco com grandes expressões da música brasileira como Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Marinez, Elba Ramalho, Trio Nordestino, além de ter acompanhado os cantores Jorge de Altinho, Alcimar Monteiro, Maciel Melo, Petrúcio Amorim e outros. Viajou pelo Brasil afora apresentando a sua arte, chagando a se apresentar até no exterior, quando esteve divulgando a cultura nordestina na Bolívia. 

Ao longo de sua carreira, gravou seis discos solo e dois em parceria com a sua esposa Paula Bicudo, com quem divide o palco há oito anos. O trabalho mais recente da dupla é "Uma Vida de Forró ao Vivo". Zé Bicudo tem admiradores em todos os recantos do país, mas é na região metropolitana de Recife que se apresenta com maior frenquência, mantendo um público bastante fiel.

Paula Forrozeira é sertaneja de Afogados da Ingazeira. Nascida Valdenice de Oliveira, desde cedo mostrou-se apaixonada pelas coisas de sua Terra, principalmente a cultura nordestina. É considerada uma das mais belas vozes do forró tradicional. Paula se diz muito orgulhosa de levar adiante o grande patrimônio musical criado por Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Trio Nordestino e Marinês.

Arcoverde recebe o casal Bicudo com muita honra e alegria!!!

A II CAMINHADA DO FORRÓ DE ARCOVERDE acontece no sábado, 23/06, com concentração a partir do meio dia no Bar de Heleno no CECORA, onde estará ocorrendo o VII FORRÓ NA FEIRA.





segunda-feira, 4 de junho de 2012

CAMINHADA DO FORRÓ DE ARCOVERDE SERÁ NO SÁBADO, 23 DE JUNHO


Fernando Mamede, Nego de Adélia, Inácio Pé-de-Grea, Giovani do Acordeon, Paulinho do Forró, Pedrinho do Forró, Carlos Lacerda, Zezito Santos e Zé Maria são os sanfoneiros que já confirmaram  participação na II CAMINHADA DO FORRÓ DE ARCOVERDE. Além desses, estará dando um brilho especial à festança a Quadrilha de Pernas-de-Pau Mulambembes, do Bairro da Boa Vista.


O COCAR, realizador da Caminhada, promete que esse ano o evento será bem mais concorrido que o do ano passodo, posto que a divulgação iniciou com bastante antecedência e a procura pelas camisas já é  expressiva. Outro fator que favorecerá o seu sucesso é o dia da sua realização, 23 de junho, véspera de São João.

A Caminhada do Forró consiste em um cortejo de rua, sem cordão de isolamento, que sai do Centro Comercial de Arcoverde - CECORA, lugar onde está instalada a feira, percorre as principais ruas do Centro da cidade e tem seu momento de apoteose em um dos polos da Festa de São João. No transcurso, os foliões matutos cantam e dançam o autêntico Forró Tradicional, acompanhados por sanfona, zabumba e triângulo.

A concentração tem início por volta das 12:00h, no Bar de Heleno (CECORA), onde há sete anos ocorre o FORRÓ NA FEIRA, festa organizada pelo Sanfoneiro Carlos Lacerda e que já se consolidou como um dos mais animados eventos diurnos do São João Arcoverdense.

A previsão é que a Caminhada inicie por volta das 16:00h, percorrendo as ruas Barbosa Lima, Zeferino Galvão, Antônio Japiassu, Largo Prefeito Antônio Franklin e, no início da noite, chegue a Praça Winston Siqueira (Virgínia Guerra), onde haverá uma bela apoteose em homenagem a Luiz Gonzaga, o Rei do Baião. O COCAR promete surpresas para esse momento.

As reservas de camisas já estão sendo feitas pelo e-mail cocarcoverde@gmail.com . O preço até a véspera do evento é R$ 10,00 (dez reais). A reserva das camisas é necessária, pois foram confeccionadas apenas 300 unidades.

A Caminhada do Forró conta com apoio da Prefeitura Municipal de Arcoverde e da Fundarpe/Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco, além do patrocínio de empresas que acreditam na importância do investimento na cultura. 

Certamente na véspera de São João, o CECORA vai virar um grande arraial, com início das atividades a partir das 07:00h, com a realização da terceira edição do Projeto Cultura Livre nas Feiras, que é promovido pela Fundarpe/Secult, seguido do VII Forró na Feira e encerrando com a II Caminhada do Forró.

Vem prá Arcoverde, aqui se brinca o melhor São João do Mundo!!!

Serviço:

O que: II CAMINHADA DO FORRÓ DE ARCOVERDE
Quando: 23/06 (sábado), com concentração a partir das 12:00h
Onde: Bar de Heleno - CECORA
Mais informações: Draiton Moraes - (87) 9938-6329
                                 Kleber Araújo  - (81)  8854-0661
                                

sexta-feira, 1 de junho de 2012

ORQUESTRA OARA SERÁ TEMA DE LONGA METRAGEM


Na última quinta-feira, 31/05, foi divulgado o resultado do 5º Edital do Programa de Fomento à Produção Audiovisual de Pernambuco – Funcultura. Um dos projetos contemplados provocou-nos especial atenção, encheu-nos de orgulho e nos deixou muito felizes. Trata-se do longa-metragem em forma de documentário Super Orquestra Arcoverdense de Ritmos Americanos, apresentado pela Produtora Aroma Filmes.

Esse fato representa o reconhecimento do trabalho desenvolvido por mais de cinquenta anos pelo Maestro Egerton Verçosa do Amaral, o querido BETO da OARA. A trajetória dessa Orquestra não poderia ficar sem um registro a altura, de modo que os amantes da sétima arte e também da música tenham a satisfação de assistir a uma bela história de vida, de amor pela arte, de superação e de sucesso de um grupo que, não temos dúvida, faz parte do patrimônio de Arcoverde, de Pernambuco...

Além do valor cultural que o projeto encerra,  o mesmo deixará para as gerações futuras uma excelente fonte de pesquisa sobre a época de ouro das grandes orquestras de baile, que embalaram gerações ao som da boa música. Sem contar que o nome de Arcoverde estará em franco destaque nesse documentário.

Parabéns aos que se dispuseram a encarar essa empreitada, que, já sabemos, será um sucesso e motivo de muita alegria para todos os admiradores da Super OARA.

Outro projeto contemplado que merece o nosso registro foi o Locomotivo Cineclube: a retomada da cultura do cinema em Arcoverde, apresentado por Raphaella Araújo, integrante da ONG Estação da Cultura, que tem atuado com grande competência na disponibilização de cinema de qualidade para a população arcoverdense. Parabéns para eles também.




GRUPO PELEJA TRAZ ATIVIDADES CULTURAIS A ARCOVERDE


 Grupo Peleja - momento do espetáculo Guarda Sonhos

Após visitar as cidades de Caruaru, Goiana e Petrolina, na próxima semana, o Grupo Peleja chega até Arcoverde levando o filme “Munganga”, o espetáculo “Guarda Sonhos” e uma oficina prática. Essas atividades fazem parte do projeto de circulação estadual financiado pelo Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura. Em Arcoverde, o grupo conta com a parceria da Tropa do Balacobaco. 

Na estrada desde 2002, o Grupo Peleja se envereda por caminhos que envolvem mistura, intercâmbio, gerando frutos no teatro, na dança, na pesquisa acadêmica e em produções audiovisuais. Esta diversidade está presente na formação dos integrantes sendo duas dançarinas, um ator/iluminador e um ator/antropólogo e aparece nas produções artísticas, nas oficinas oferecidas pelo grupo e nas parcerias que desenvolvem.

 A oficina ministrada por Lineu Gabriel acontecerá no dia 07/06 (o dia todo) e as inscrições estão abertas. Os interessados devem entrar em contato com o pessoal da Tropa do Balacobaco, na rua Neto Cavalcanti, 30, Centro.

 A oficina: Aborda aspectos da pesquisa corporal que utiliza elementos do cavalo marinho na construção de um treinamento cotidiano para o ator-dançarino, com o objetivo de abrir caminhos para uma relação subjetiva e pessoal com os princípios técnico-expressivos das brincadeiras populares. A partir da corporeidade e dos passos da dança do cavalo marinho, serão trabalhados jogo, presença cênica, pulso, intenção, manipulação de energia e dinâmica corporal. É indicada para atores, dançarinos, performers, estudantes de teatro e dança, e pessoas que tenham interesse e boa disposição para o trabalho físico.

O espetáculo: “Guarda Sonhos” parte de tradições coletivas para chegar a uma expressão singular, trazendo para a cena as ferramentas que fazem parte da trajetória pessoal da intérprete-criadora, tais como a dança contemporânea, o teatro físico e o butô. O espetáculo transita na fronteira entre a dança e o teatro, tateando possibilidades para a expressão de uma bailarina que procura um caminho para si. Elementos de frevo e cavalo marinho aparecem diluídos numa criação coreográfica que mescla informações corporais de diferentes contextos. Porém, mais do que a recriação de movimento destas danças, este trabalho é um olhar para dentro, preenchido pela memória afetiva e pelas sensações corporificadas de uma intensa experiência com os sambadores da Zona da Mata Norte de Pernambuco.

O filme: Munganga é um documentário que aborda a relação entre sambadores de cavalo marinho, manifestação tradicional da Zona da Mata Norte Pernambucana, e artistas de teatro e dança que utilizam elementos desta brincadeira em suas criações. Através de um olhar sensível, o filme desenha os contornos dos fluxos possíveis entre tradição e contemporaneidade, revelando expressões singulares que emergem do encontro de diferentes.

Programação:

Cavalo marinho e o corpo na cena - Oficina com Lineu Gabriel

Dia 07/06 (quinta-feira – manhã e tarde), das 9h às 12h e das 14h às 17h.

No SESC Arcoverde.

Guarda sonhos (espetáculo) e Munganga (filme)

Dia 08/06 às 20h.

Na sede da Tropa do Balacobaco, com entrada franca.


Mais informações e inscrições:
(87) 9138-4708 com Romualdo
tropadobalacobaco@hotmail.com

CÂMARA FEDERAL APROVA PEC QUE CRIA O SISTEMA NACIONAL DE CULTURA



O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira à noite (30), em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 416/05, que estabelece os princípios do Sistema Nacional de Cultura, como a ampliação progressiva dos recursos públicos para o setor. O texto aprovado é o substitutivo da comissão especial que analisou a proposta, elaborado pelo deputado Paulo Rubem Santiago (PDT-PE).

A proposta, de autoria do deputado Paulo Pimenta (PT-RS), foi aprovada por 361 votos a 1. A PEC ainda precisa passar por um segundo turno de votação, antes de ser enviada ao Senado.

O substitutivo inclui todos os órgãos governamentais, planos e sistemas de financiamento e de informações culturais na estrutura do Sistema Nacional de Cultura. A ideia é aperfeiçoar a colaboração entre municípios, estados e União na gestão conjunta de políticas públicas de cultura. Entre os princípios constantes do texto estão a universalização do acesso a bens e serviços culturais, a complementação dos papéis dos agentes culturais, a democratização dos processos decisórios e a descentralização da gestão.

Os recursos públicos devem se somar às verbas provenientes do incentivo fiscal da Lei Rouanet, que também está sendo revista. Isso permitirá mudar essa situação em que se fala que a cultura é importante, porém não avança, não se interioriza, não chega às áreas mais distantes do País por falta de recursos.

A aprovação foi comemorada pela ministra da Cultura, Ana de Hollanda, que acompanhou a votação do Plenário. Para ela, a proposta vai tornar clara a relação entre os entes federativos (União, estados e municípios) na área da cultura. “Vai se efetivar toda a relação entre os entes para construir uma política de Estado, que represente a diversidade do Brasil como um todo”, disse.

Segundo o autor da PEC, o sistema deve acolher os conselhos de cultura, os fundos do setor e as formas de participação democrática e descentralizada dos produtores culturais e das comunidades em geral. “Assim, estabelecem-se as bases para implantar os componentes das políticas culturais: formação, criação, produção, distribuição, consumo, conservação e fomento”, afirmou Pimenta.

Em Arcoverde, no dia 11 de abril passado, foi entregue ao Prefeito uma minuta de Projeto de Lei criando o Sistema Municipal de Cultura. O documento teve origem em um trabalho conjunto do qual fizeram parte integrantes do movimento cultural, representantes da Prefeitura e da Câmara de Vereadores.

Espera-se que o Projeto de Lei tratando do tema siga o quanto antes para tramitação no Legislativo, cujos membros já demonstraram grande simpatia pela proposta. Arcoverde precisa urgentemente de políticas culturais permanentes.