segunda-feira, 28 de novembro de 2011

ALDEIA OLHO D´ÁGUA DOS BREDOS TRAZ VASTA PROGRAMAÇÃO CULTURAL A ARCOVERDE


Várias linguagens artísticas se reúnem na segunda edição da Aldeia Olho D´Água dos Bredos – Mostra de Artes de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, que acontece entre os dias 1 e 11 de dezembro. Durante o período, mais de 60 espetáculos gratuitos de teatro, dança, artes visuais, cinema e literatura acontecem em vários pontos da cidade e dos distritos de Caraíbas, Aldeia Velha, Descobrimento e Ipojuca. O município vizinho de Buíque também receberá ações do evento.

Promovido pelo Sesc, o Aldeia Olho D´Água dos Bredos é um dos braços do Palco Giratório que encerra com o projeto as atividades deste ano. Nos dez dias de evento, estão programadas também atividades formativas com oficinas de dança, música e teatro.

O festival começa no dia 1º com a exposição Fonofotografia na Estação da Cultura. Porém, a abertura oficial será na sexta-feira (02), às 17h, com uma amostra da proposta do festival. Um grande cortejo percorre a cidade com os grupos Teatro de Retalhos, Grupo Mandalá de Teatro, Tropa do Balacobaco, Samba de Coco Trupé, Tribo de índios Tapipé, Maracatu Batuque do Sertão, entre outros. O percurso inicia no Sesc Arcoverde, segue pela Avenida Coronel Antônio Japiassu, passa pelo bairro de São Geraldo e termina no Chafariz Água de Beber, onde, às 21h a Unidade Móvel TeatroSesc aguarda o público com show do músico Paulinho Leite.

Um dos destaques do evento, o grupo Moitará se apresenta no sábado (10), às 20h. O grupo foi um dos selecionados pela curadoria nacional do Palco Giratório e apresenta o espetáculo lúdico Quiprocó, concebido para espaços alternativos e inspirado na Commedia Dell´Arte e no espírito festivo dos brincantes. Quem estiver interessado, pode fazer uma oficina com o grupo na sexta-feira (09), das 09h às 17h.

Confira a programação completa no LINK

FONTE texto e foto: sesc-pe

CONFIRMADA A REALIZAÇÃO DA CARROÇA NATALINA DE ARCOVERDE

Reizado Encantado das Caraíbas na Carroçada 2010
 
Recebemos hoje uma ótima notícia: a XVII Edição da Carroçada Natalina irá acontecer no dia 24/12, no lugar de sempre: a Rua do Urubu. 

Tonino Arcoverde e Gilberto Barbosa nos comunicaram que a principal atração do evento, o cantor e compositor Vital Farias, já está confirmada e que em breve divulgarão a grade completa desta festança que, se não ocorresse, deixaria grande lacuna no calendário cultural da cidade.

Esperamos que o título da festa esse ano seja modificado, pois o terrível URUBU FEST, além da péssima   pronúncia, que mais parece nome de evento Axé Babaca, estrangeiriza a denominação dessa festa que é uma grande mostra de cultura brasileira.

Saudações aos organizadores pela perseverança em manter essa tradicional marca do calendário cultural de Arcoverde.

domingo, 27 de novembro de 2011

ZÉ DE CAZUZA, O GRAVADOR HUMANO


Muito antes de existir pelos sertões do Nordeste o gravador de fita, já existiam os gravadores humanos: homens com rara memória capazes, por exemplo, de numa cantoria entre dois violeiros repentistas, armazenarem os melhores versos para depois declamá-los ou publicá-los em forma de literatura de cordel. Um dos mais famosos ainda está vivo e gravando tudo o que ouve. Chama-se Zé de Cazuza, que no ano passado foi tema de extensa matéria no Fantástico. Foi ele que numa cantoria gravou esta famosa sextilha num improviso de Lourival Batista, o grande Louro do Pajeú:

Eu já não suporto mais
Do tempo tantas revoltas
Prazer, por que não me prendes?
Mágoa, por que não me soltas?
Presente, por que não foges?
Passado, por que não voltas?

Colaborador: Abílio Neto, pesquisador recifense.
foto: pccn.wordpress.com

sábado, 26 de novembro de 2011

HOMENAGENS E EMOÇÃO FORAM A TÔNICA DE MAIS UMA CONFRATERNIZAÇÃO DOS ARCOVERDENSES EM RECIFE

Sorrisos, apertos de mão, abraços, música de ótimo bom gosto e até lágrimas, de emoção e alegria, claro, marcaram a festa de confraternização dos arcoverdenses em Recife. O evento, que está na sua VIII edição, aconteceu neste sábado, 26/11, no Espaço Aeroclube - Pina e foi prestigiado por mais de 200 pessoas, dentre conterrâneos e amigos.


A decoração, de muito bom gosto, adotou o verde, o amarelo e o vermelho, cores da Bandeira de Arcoverde, e utilizou painéis de fotografias antigas da cidade e de seus personagens. Todos que entravam no recinto eram de imediato atraídos pela beleza das imagens que remetiam ao passado da Terra do Cardeal. Ao final, os presentes disputaram as fotos, doadas pelo fotógrafo Carlos Torres.

A música foi comandada por Juninho Saigon que, acompanhado por contrabaixo, bateria e sanfona, apresentou repertório agradabilíssimo. Destaque para o músico Orlando, com seu luxuoso acordeão.


A comissão organizadora, formada por Moraes Filho, Toni Porto, Verônica Brayner, Wilton Brito e Roberta Moraes, passou a apresentar os doze homenageados, que, em clima de emoção, receberam placa de homenagem da Confraria dos Arcoverdenses.


Moraes, que atuou como cerimonialista, leu breve histórico de cada um dos personagens homenageados e encerrou sua fala, com a voz embargada, pronunciando as seguintes palavras:

"Amigas e amigos, a cidade construída pelos sonhos e realidades de homens e mulheres, aqui representados por Laurita, Hortência, Odete, Izana, José Pereira, João Vicente, Giselda, Maria das Dores, Maria Anunciada, Ircília, Francisco Saboya e Maria Torres, é um lugar que muitos de nós deixamos de morar, mas que nunca deixará de morar em nós. Que o grande laço verde, invisível, que nos une, seja símbolo da nossa amizade e da nossa história.
Um brinde." 


Com um repertório mais saudosista, o trio formado por Djair, Ronaldo e João Cabral retomou a apresentação de palco e acertou em cheio na sequência musical, arrancando calorosos aplausos do animado público.


Outra atração muito festejada foi o filho adotivo de Arcoverde, Tonino, que apresentou repertório mesclado com músicas de sua autoria e de compositores consagrados como Milton Nacimento e Chico Cézar. O diálogo do violão de Tonino com a sanfona de Orlando foi um destaque a parte, enquanto Ulisses Júnior aparece,  fazendo o vocal com Tonino.


Uma participação inesperada foi do violonista Dinho, natural da cidade da Pedra e estudante do Conservatório Pernambucano de Música. Junto com Djair, Dinho demonstrou todo o seu vituosismo com apresentação de belos chorinhos.


Nossos louvores à Comissão Organizadora e a todos que participaram desse belo encontro, cujo amálgama é a origem e o amor pela "Porteira do Sertão".

Mais fotos:












sexta-feira, 25 de novembro de 2011

COMPOSITOR PEDRENSE É FINALISTA DE CONCURSO NACIONAL DE MARCHINHAS CARNAVALESCAS


Fábio Ferreira Simões, compositor nascido na cidade da Pedra e que morou durante anos em Arcoverde, classificou a sua "PAPAGAIO NO ARAME" no 7.º Concurso Nacional de Marchinas Carnavalescas. O fato da canção ter ficado entre as dez finalistas já garante a sua inclusão no CD do Festival e a divulgação através do Programa Fantástico da Rede Globo, onde será escolhida a vencedora pelos telespectadores.

O Certame, que em 2011 recebeu 1.049 inscrições, é promovido pela produtora carioca Fundição Progresso, com patrocínio da Petrobrás e esse ano homenageia o ator e compositor Mário Lago, que faria cem anos amanhã (26/12).

A canção PAPAGAIO NO ARAME é uma sátira que enfoca as pessoas avarentas e no seu refrão fala " eu sou pão duro, sou pirangueiro, faço de tudo para não gastar dinheiro...". É uma marchinha de muito fácil assimilação e que certamente fará sucesso no carnaval 2012.

Das dez finalistas, sete são do Rio de Janeiro, uma é mineira e duas de Pernambuco. Além da música de Fábio, está entre as dez escolhidas por seleta comissão julgadora, VIRGEM COM LEÃO, do sanfoneiro Roberto Cruz. Pelo forte divulgação e pelo nível dos participantes, esse é um concurso bastante concorrido. Para se ter uma idéia, dentre os selecionados desse ano está o consagrado Eduardo Dussec.

Fábio Simões é parceiro de Cezzinha do Acordeon e já tem canções de sua autoria gravadas pelo próprio Cezzinha e por Elba Rabalho.

Parabéns aos classificados pelo grande feito, agora é nos mobilizarmos, quando da votação no Fantástico, para vermos Pernambuco no pódio do Concurso de Marchinhas. Em breve as marchinhas finalistas estarão no blog:

 Fábio Simões ao centro

SECRETARIA DE CULTURA DA CIDADE DO RECIFE RECEBE PROPOSTAS PARA APRESENTAÇÕES DURANTE O CARNAVAL 2012

Os artistas ou as bandas que querem fazer parte da programação de palco do Carnaval Multicultural do Recife 2012 devem enviar suas propostas para a Gerência de Música da Secretaria de Cultura. A organização do Carnaval recebe o material até o dia 20 de dezembro.
Os interessados devem enviar as propostas - com ficha de inscrição, release, foto, CD e/ou DVD, telefone para contato e proposta de cachê - para a Secretaria de Cultura (endereço abaixo). O material será protocolado e encaminhado à seleção. Podem participar artistas e bandas de todo o Brasil. Os selecionados serão inseridos na grade das apresentações no período carnavalesco.

Serviço:
Endereço para entrega das propostas:
Gerência de Música - Rua Montevideu, 114, Boa Vista.
Mais informações: 3355.1774

Horário de atendimento: das 9h às 13h

FONTE: Secretaria de Cultura da Cidade do Recife

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

VÍDEO DA ESTAÇÃO DA CULTURA CHAMA À REFLEXÃO SOBRE A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO

Postamos hoje um vídeo produzido pela ONG Estação da Cultura, o qual trata da necessidade de preservação de um dos elementos do patrimônio público mais importantes da cidade de Arcoverde, a antiga estação ferroviária, que foi, inquestionavelmente, um marco na formação da história desse lugar. Vale refletir sobre o conteúdo apresentado.


quarta-feira, 23 de novembro de 2011

CONFRATERNIZAÇÃO DOS ARCOVERDENSES EM RECIFE SERÁ NESTE SÁBADO


Será neste sábado, 26/11, a festa de confraternização dos Arcoverdenses em Recife. O evento, que será no Salão de Festas do Aeroclube no Pina, com início a partir do meio dia, promete ser um grande sucesso, em função do número de pessoas que já procuram os organizadores para reservar suas camisas.

Em 2011, a confraternização está em sua VIII edição e terá como novidade um momento de homenagens, em que doze arcoverdenses ilustres receberão uma placa comemorativa ao evento. 

O COCAR marcará presença, onde irá comercializar o recém lançado documentário O CANTO E O ENCANTO DE SEBASTIÃO CARANGUEJO e o livro HISTÓRIA DO CINEMA BANDEIRANTE, de autoria do saudoso Rocky Lane.

A organização do evento já adiantou que o local terá uma decoração especialmente elaborada por Moraeszinho, Roberta Moraes (filha do saudoso Roberto Moraes) e Verônica Brayner, além de que será posta mesa de frios e servido um suculento churrasco, sem qualquer custo adicional.

Uma bela camisa, contendo uma foto histórica de Arcoverde, a qual dará acesso ao evento, foi confeccionada para a festa e já está sendo disponibilizada ao preço de R$ 30,00.

As apresentações artísticas ficarão por conta de Juninho Saigon, Paulinho Leite, Tonino, Mazinho de Arcoverde, Alfredo Júnior (Nuna), Aracílio Araújo (com composições gravadas por Alceu Valença, Paulinho Leite e outros), o conjunto de Djair, Ronaldo e João Cabral, além da participação especial do grupo "Escravo da Alegria" comandado por Toni Porto.

Não percam essa festa de amigos!!! 

Serviço:
O que: Confraternização dos Arcoverdenses em Recife.
Onde: Salão de Festas do Aeroclube, Pina.
Quando: dia 26/11, sábado, a partir das 12h.
Reservas de camisas e informações:
Wilton Brito - wiltonbrito58@hotmail.com - (81) 9800-0446
Tony Porto - planaadm@ig.com.br - (81) 9668-9887

como chegar> Vindo pela Av. Domingos Ferreira no sentido cidade subúrbio, entrar no primeiro sinal após o Clinical Center, próximo à Igreja dos Capuchinhos.

Rua Thomé Gibson - Pina
Recife - PE, 51011-480
(0xx)81 3326-6459


VEJAM O MAPA:


terça-feira, 22 de novembro de 2011

GRUPO VIVER CAPOEIRA SE APRESENTA NA CIDADE DA PEDRA


O Grupo Viver Capeira promove evento na cidade da Pedra. Será dia 27 de novembro, às 14h. O evento conta com organização do "Graduado Aladinho" e  supervisão do "Contra- Mestre Canguru". Esse grupo tem desenvolvido um belo trabalho em prol da divulgação da arte da capoeira em Arcoverde e Região.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

COCAR PARTICIPA DE CAFÉ CULTURAL NA FUNDAÇÃO TERRA

 Kleber Araújo falando sobre direitos culturais

O evento era o ponto de culminância do Projeto Cultura e Arte por Toda Parte, realizado pela Fundação Terra com recursos da campanha Criança Esperança e os principais homenageados eram as crianças e adolescentes que durante os dois anos de duração do projeto desenvolveram atividades de canto, dança e audiovisual.

O Café Cultural ocorreu no dia 19/11 na sede da Fundação e foi prestigiado por pessoas da comunidade, por autoridades, por integrantes de instituições de proteção à criança e ao adolescente, por educadores e por pessoas vinculadas à area cultural.

A exibição de um documentário produzido como resultado das oficinas de audiovisual e que enfatizou as transformações ocorridas na comunidade com a chegada da Fundação Terra foi um momento marcante para as pessoas ali presentes, que ficou registrado na alegria de "Seu Vicente", que não se conteve e saiu a dançar o Samba de Coco, ao final da exibição do vídeo.

Depois, Kleber Araújo, Presidente do COCAR proferiu palestra com o tema "A Cultura como Direito das Crianças e Adolescentes". O palestrante inicialmente expressou a alegria de estar participando daquele momento marcante para a vida da comunidade e passou a discorrer sobre as principais funções da cultura para a população infanto-juvenil, mencionando as facetas protetiva, harmonizante, transformadora, econômica e política da atividade cultural.

Depois, foram citados os instrumentos legais à disposição da coletividade para proteção dos seus direitos culturais. Acabada a exposição do tema, o ambiente entrou em clima de festa com a apresentação dos grupos culturais da Fundação Terra.
Ao final, foi servido o aguardado café da manhã para repor as energias que se dissiparam no clima de harmonia e confraternização, que foi a tônica do evento.

MARCONE MELO FAZ SHOW EM ARCOVERDE

domingo, 20 de novembro de 2011

SISTEMA MUNICIPAL DE CULTURA DE ARCOVERDE, AVANÇOS À VISTA

Teca Carlos

No último dia 18/11, foi realizada, para a comunidade cultural de Arcoverde, capacitação sobre Sistema Municipal de Cultura - SMC. O evento foi conduzido por Teca Carlos, especialista da Fundarpe, que falou para um público de dezenove pessoas.

O Evento foi aberto pela Secretária de Educação, Cultura e Esportes de Arcoverde, Angélica Pacheco, que na sua fala ressaltou a oportunidade que estava sendo dada aos segmentos culturais da cidade para avançarem no processo de construção do SMC local e que há vontade política para que o processo avance.

Teca Carlos inicialmente mostrou-se animada com o andamento das discussões sobre o SMC de Arcoverde, haja vista que é perceptível que a sociedade civil está disposta a levar adiante o processo de formalização e implementação do Sistema de Cultura, além de que, ficou sabendo, mediante conversa com a Secretária Municipal no dia anterior à capacitação, que o Executivo está disposto, caso o processo avance, a encaminhar o projeto de lei de criação do SMC na primeira sessão de 2012 da Câmara de Vereadores.

A facilitadora discorreu sobre os Sistemas Nacional e Estadual de Cultura e sobre os avanços ocorridos no Brasil nesses últimos anos, no campo da formulação de políticas públicas para a área cultural. Depois, Teca falou sobre os marcos regulatórios da cultura em nosso país, mais precisamente sobre a Constituição Federal, a Convenção sobre a Proteção e Promoção da Diversidade das Expressões Culturais da UNESCO e o Plano Nacional de Cultura - PNC.

A palestrante também enfatizou as dificuldades que aparecem quando se tenta avançar na garantia dos direitos culturais, principalmente o ranço autoritário do Estado Brasileiro e as restrições orçamentárias.

Depois a palestra centrou-se no tema objeto da capacitação, o Sistema Municipal de Cultura. Teca Carlos orientou que o primeiro passo a ser dado pelo Município é a adesão ao Sistema Nacional, a qual se dá mediante o preenchimento pela Poder Executivo Municipal de formulário no site do Ministério da Cultura, o qual repersenta uma carta de intenções para criação do SMC.

A palestrante sugeriu que o grupo de trabalho deveria estabelecer um cronograma de atividades, de modo que o processo de discussão fosse concluído até o início do período legislativo de 2012, quando o Prefeito tenciona enviar o projeto à Câmara Municipal. Também foi aconselhada a realização de audiência pública, quando da tramitação do projeto de lei no Legislativo.

Sobre os elementos do SMC, Teca Carlos foi enfática ao afirmar que devem ser criados, pelo menos, o Conselho, o Plano e o Fundo Municipal, o chamado "CPF da Cultura", além de que deve ser também instituído um órgão específico para gerir o Sistema (Secretaria de Cultura). A palestrante mencionou ainda que, tendo-se em conta a exitência um clima político favorável, seria desejável que todo o SMC fosse contemplado em uma única lei, o que resultaria em ganho de tempo e energia consideráveis.

Quando questionada sobre a possibilidade de se criar um Conselho Municipal de Política Cultural - CMPC tripartite, com representantes dos artistas, dos usuários e do Poder Público, Teca afirmou não haver vedação, já que os Municípios são autônomos para legislar sobre o tema, mas destacou que o mais comum, para um Município do porte de Arcoverde, é um CMPC formado apenas por representantes da comunidade cultural e, em igual número, por representantes da Prefeitura.

Quanto ao número de assentos no Conselho, a facilitadora afirmou que, pela experiência que possui, sugeriria algo em torno de dez cadeiras para a sociedade e dez para o Poder Público, que, na verdade, dará um número total de 40 conselheiros, pois para cada cadeira terá que haver um suplente.

Depois estabeleceu-se uma acirrada discussão entre os presentes sobre quais segmentos culturais deveriam ser contemplados na composição do CMPC, não se chegando a um consenso sobre o tema. Nesse momento, a palestrante alertou que o grupo buscasse a composição que melhor refletisse a realidade local, de forma que o Conselho efetivamente possa cumprir seu importante papel, evitando-se o entrave da dificuldade para formação de quorum.

Teca falou ainda que, quanto antes o Município avance nessa questão, mais cedo ele será beneficiado com as novas diretrizes da cultura nacional, principalmente quanto às transferências de recursos, que serão obrigatoriamente dos Fundos Federal e  Estadual para o Fundo Municipal de Cultura. Alertou também que os Municípios que se alinharem à política nacional para o setor, terão mais visibilidade e, consequentemente, mais possibilidades de serem atendidos nos seus pleitos para a área cultural.

No final do encontro, o grupo presente agendou uma reunião para o dia 06/12 (terça-feira), ás 19:30h, na sede da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, na qual já serão analisadas as disposições relativas à minuta de projeto de lei que será remetida ao Poder Executivo.

Fotos:



HOMENAGEM AOS CANTORES E CANTORAS, NOITE INESQUECÍVEL

Quem foi ao Democrático Esporte Clube na noite de 18/11/2011 presenciou um dos eventos culturais mais marcantes da história de Arcoverde. O espaço ficou pequeno para abrigar todos os artistas, familiares, amigos e público em geral, que compareceram à VII edição do Projeto Sextas-Feiras Culturais, a qual foi dedicada aos cantoras e cantoras de destaque na cena arcoverdense, tendo sido contemplados quase uma centena de artistas.

O evento foi dividido em dois momentos: a Sessão Solene da Câmara de Vereadores de Arcoverde e as apresentações musicais. 

A homenagem iniciou com a exibição do documentário o "Canto e o Encanto de Sebastião Caranguejo", em que é retratatada a trajetória do cantor falecido precocemente 1980, mas que ainda é considerado a grande referência no canto em Arcoverde e Região. Para receber a homenagem compareceram os dois irmãos do artista, Raimundo e Sebastião Freitas, além de muitos outros familiares, que fizeram questão de manifestar sua gratidão por aquele momento. Também foi lembrado o cantor Jonas Freitas, irmão de Caranguejo, que se destacou no canto sacro, com atuação durante muitos anos na Matriz de Nossa Senhora do Livramento.

 familiares de Sebastião Caranguejo

Foi reverenciado ainda o cantor e compositor João Silva, destaque nacional, com canções gravadas por muitos artistas de renome, tendo sido parceiro de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, que imortalizou mais de cem músicas do artista de Arcoverde. A biografia de João Silva, escrita em cordel pelo Poeta Júnior do Bode, foi declamada pela Poetiza Edilza Vasconcelos e o troféu de homenagem foi entregue ao músico Fubica, contemporâneo do homenageado.

Fubica recebe de Sandro Vasconcelos a homenagem em nome de João Silva

Outro que recebeu as saudações foi o Senhor Jairo Pacheco, o qual foi cantor do antológico grupo de Seresta "Os Namorados da Lua", que marcou época na música arcoverdense. O Vereador Luciano Pacheco representou o pai e, após fazer menção à trajetória do mesmo, fez os agradecimentos pela família. Ao final, o Vereador também demonstrou a sua herança musical, apresentando um número bastante aplaudido.

Luciano Pacheco agradecendo a homenagem ao seu pai

O saudoso Jorge Luiz, cantor de grande destaque na Orquestra OARA, teve o seu nome também lembrado com a exibição de um vídeo, em que foram mostrados momentos marcantes da vida do artista e alguns de seus sucessos, inclusive aquele em que homenageia a sua Terra, Arcoverde. Mulher e filho de Jorge Luiz receberam o troféu de reconhecimento.

familiares de Jorge Luiz recebem homenagem

A primeira homenageada feminina da noite foi Lúcia, que nos anos 80 e 90 iniciou no canto sacro e depois passou a integrar bandas de baile, sendo considerada um dos grandes nomes do canto feminino em Arcoverde.

 Lúcia recebendo o troféu do Professor de Música Sérgio Godoy

Dona Zita Esteves de Brito, ao receber a homenagem, fez um passeio pelas quatro décadas em que tem se destacado como cantora em Arcoverde. O depoimento da homenageada arrancou muitos aplausos dos presentes, quando a mesma afirmou que havia parado de cantar, mas que, por um convite, feito por amigos de Sertânia, participou de três canções em CD lançado em homenagem ao compositor sertaniense Valdemar Cordeiro.

Dona Zita ao lado da Vice-Prefeita Madalena Brito

Paulinho Leite, quando foi agradecer pela lembrança de seu nome no evento, fez questão de mencionar a influência que Sebastião Caranguejo teve sobre sua carreira, confessando inclusive, que este foi o seu grande ídolo na infância e adolescência. Paulinho, com sua costumeira simpatia, arrancou muitos risos da platéia ao relatar "causos" da sua convivência com Sebastião.

A Vereadora Luíza Margariada entrega troféu a Paulinho Leite

A cantora Larissa, que não pode comparecer por motivos profissionais, foi representada por sua mãe, Dona Lindaura, que agradeu a homenagem prestada a sua filha, lembrando que o COCAR e a Câmara de Vereadores têm prestado relevante contribuição à cultura de Arcoverde.

Beto da OARA entrega homenagem a Dona Lindaura, mãe de Larissa

Pelo trabalho que vem fazendo pela valorização do frevo no Sertão, Kleber Araújo, Presidente do COCAR, também recebeu a sua homenagem, a qual foi guardada em segredo até o momento da entrega. Ao agradecer, Kleber dedicou o troféu ao seu tio Jovanaldo Ferreira (Botinha), que atuou no segmento da seresta durante muitos anos, de onde se pode destacar as suas interpretações dos sucessos do inesquecível Augusto Calheiros.

Kleber Araújo e familiares

Desfeita a mesa, a música assumiu o comando da noitada. Subiu ao palco um competente grupo de instrumentistas, formado por Djair, Ronaldo, João Cabral e Fubica, que acompanharam cantores e cantoras que espontaneamente brindaram o público com sua arte.

 Ronaldo, João Cabral, Fubica e Djair

Inegavelmente, o Projeto Sextas-Feiras Culturais, parceria da Câmara de Vereadores com o COCAR, fez justiça a esses artistas maravilhosos e promoveu um momento que ficará marcado na memória cultural de Arcoverde.

Vejam mais fotos da festa.